Sri Lanka aplicou o discurso bonito da ONU e fez o povo passar fome - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quarta-feira, 10 de agosto de 2022


Sri Lanka aplicou o discurso bonito da ONU e fez o povo passar fome

Sri Lanka aplicou o discurso bonito da ONU e fez o povo passar fome

Publicado em: 14/07/2022 às 06h03

Alexandre Garcia

O ex-presidente Lula andou passando por Brasília e deu uma entrevista para o Correio Braziliense. Depois de ter chamado Bolsonaro de mentiroso, ele afirmou que foi o político mais investigado do país e não acharam nada contra ele. E ainda disse que a denúncia do petrolão foi recusada pela Justiça de Brasília. Pois é... Eu contei aqui as vezes em que Lula mencionou o presidente Jair Bolsonaro: nove vezes. Geraldo Alckmin o mencionou duas vezes. Parece até que o presidente Jair Bolsonaro é seu companheiro de chapa.....

Onde estão as provas da CPI da Covid?

Vou falar de novo da tal CPI do circo no Senado Federal. A Polícia Federal recebeu aquele calhamaço de denúncias, mas não tinha prova nenhuma; então, está pedindo que o relator, o senador Renan Calheiros, mande as provas. Faz mais de cinco meses que ela está pedindo e não vem nada. Então, a PF está apelando para o Supremo Tribunal Federal (STF), já que foi o Supremo que mandou abrir essa CPI, que mande também enviar as provas para a polícia conseguir concluir os inquéritos e encaminhar tudo para a procuradoria com as devidas provas. Do contrário, não adianta nada: é só trabalho perdido da CPI, tempo perdido de quem acompanhou, da Polícia Federal, vamos esperar que seja tudo encaminhado.

A propósito de CPI da Covid, eu vi aqui no Poder 360 que quem mais lucrou com a pandemia foi a Pfizer. O lucro líquido mais que dobrou, subiu 131%. A vacina rendeu US$ 13,2 bilhões; um tal de Paxlovit, US$ 1,5 bilhão de dólares. Bom negócio. Agora, diga-se a favor de todos os laboratórios que uma parte do preço do medicamento é destinada depois à pesquisa de novos avanços; tomara que a Pfizer aplique esse dinheiro em pesquisas de vacina, por exemplo.

Sri Lanka destruiu sua agricultura ao botar em prática as palavras bonitas da ONU

Como vocês sabem, lá no Sri Lanka o presidente teve de fugir para o exterior, porque o povo invadiu o palácio presidencial no sábado. Sabem qual foi a causa disso? Estou inspirado no Xico Graziano, aquele brasileiro pesquisador do agronegócio, que num artigo saiu também no Poder 360: o tal do produto orgânico. Ele prometeu na campanha eleitoral que não haveria mais importação de defensivos e fertilizantes químicos, e fez isso exatamente baseado num relatório da ONU. O pessoal da ONU fala e escreve essas coisas, é tudo muito bonito, já acompanhei de perto essas coisas lindas da notícia, da fama; pois ela foi aplicada no país.

Em seis meses essa política já tinha arrasado a cultura do arroz em um país que era exportador. O preço interno subiu 50% e tiveram de importar arroz para comer porque a produtividade despencou 35%. Vocês acham muito? Pois a produtividade do chá caiu pela metade. A produtividade do coco, outro grande produto de lá, caiu 30%. A produção do milho também caiu pela metade. Então, gente, quando aparecem essas novidades, essas coisas bonitinhas, tudo bem testar em pequenas propriedades, avulsas, meio raras e para quem pode pagar o preço, porque fica mais caro; em larga escala, no entanto, o Sri Lanka mostrou que fracassou. É bom a gente lembrar que o químico Linus Pauling ganhou um Prêmio Nobel por aumentar a produção de alimentos do mundo, aplicando fertilizantes e defensivos, principalmente.