MPT apurará denúncia contra rede de 10 lojas que demitiu 80 funcionários em MS - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 13 de agosto de 2022


MPT apurará denúncia contra rede de 10 lojas que demitiu 80 funcionários em MS

Empresa fechou as portas na segunda-feira (11.07) 'sem avisar'

Publicado em: 14/07/2022 às 05h53

Mariane Chianezi

O MPT (Ministério Público do Trabalho) de Mato Grosso do Sul vai apurar denúncia contra a empresa Eletrosom, que fechou 10 lojas no estado na segunda-feira (11.07) e demitiu cerca de 80 funcionários. A empresa ainda segue em negociação com os trabalhadores para estabelecer o valor do acordo. Os funcionários recusaram R$ 800 de rescisão parcelados em 10 vezes.

A denúncia foi protocolada no órgão na terça-feira (12.07) e segue em apuração. A imprensa digital, Wendel Faria, representante jurídico da Eletrosom, disse que o valor proposto engloba o pagamento de todas as verbas rescisórias e o parcelamento é a única condição imposta pela empresa para poder quitar os valores.

"A empresa não está se eximindo em pagar o que é devido a cada colaborador, todos vão receber o que é de direito. A única condição que levamos é que para arcar com esta rescisão, é que haja um parcelamento, por isso procuramos o sindicato ainda dentro do prazo de 10 dias que vence na próxima segunda-feira para apresentar uma proposta", disse à reportagem.

O represente disse que os funcionários fizeram uma contraproposta e agora a empresa vai avaliar. "Responderemos os trabalhadores na pessoa do representante do sindicato da categoria no prazo que a Lei estabelece. Reforço que a proposta da empresa não suprime nenhum direito. Apenas estamos buscando um parcelamento para possibilitar que todos os colaboradores recebam corretamente suas verbas, mesmo que parceladas", disse.

Fechamento surpreendeu funcionários

Na segunda-feira (11.07) as empresas amanheceram fechadas e com o seguinte comunicado na porta: “Informamos a todos que estamos encerrando nossas atividades nesta cidade. Agradecemos pela parceria e confiança durante todos esses anos".