Soja: após terceira sessão de perdas em Chicago, preços ficam em baixa no Brasil - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quinta-feira, 30 de junho de 2022


Soja: após terceira sessão de perdas em Chicago, preços ficam em baixa no Brasil

Contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 28,25 centavos de dólar por bushel (R$ 168,38/saca)

Publicado em: 23/06/2022 às 07h55

Agência Safras

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quarta-feira com preços acentuadamente mais baixos. O clima favorável nos Estados Unidos encaminhou a terceira sessão consecutiva de perdas. A aversão ao risco no financeiro global completa o quadro baixista.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou relatório sobre a evolução de plantio das lavouras de soja. Até 19 de junho, a área plantada estava apontada em 94%. O mercado esperava o número em 95%. Na semana passada, eram 88%. Em igual período do ano passado, a semeadura era de 97%. A média é de 93%.

Ainda segundo o USDA, até 19 de junho, 68% estavam entre boas e excelentes condições – o mercado esperava 69% -, 26% em situação regular e 6% em condições entre ruins e muito ruins. Na semana anterior, os índices eram de 70%, 25% e 5%, respectivamente.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 28,25 centavos de dólar por bushel ou 1,68% a US$ 16,52 3/4 por bushel. A posição novembro teve cotação de US$ 14,765 por bushel, com perda de 34,00 centavos ou 2,25%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo fechou com alta de US$ 1,10 ou 0,25% a US$ 415,30 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 70,66 centavos de dólar, com baixa de 2,71 centavos ou 3,69%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,46%, sendo negociado a R$ 5,177 para venda e a R$ 5,175 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,126 e a máxima de R$ 5,18.

Com a precificação em Chicago(EUA) caindo forte – e pela terceira sessão seguida -, os preços da soja recuaram no mercado físico brasileiro na quarta-feira (22.06). Praticamente não houve registro de negócios, devido à retração dos vendedores.

– Passo Fundo (RS): a saca de 60 quilos baixou de R$ 195,00 para R$ 193,00

– Região das Missões: a cotação recuou de R$ 193,50 para R$ 191,50

– Porto de Rio Grande: o preço caiu de R$ 199,00 para R$ 196,00

– Cascavel (PR): o preço passou de R$ 194,00 para R$ 191,00 a saca

– Porto de Paranaguá (PR): a saca recuou de R$ 198,00 para R$ 195,50

– Rondonópolis (MT): a saca baixou de R$ 176,50 para R$ 173,50

– Dourados (MS): a cotação caiu de R$ 182,00 para R$ 180,00

– Rio Verde (GO): a saca passou de R$ 177,00 para R$ 174,50