Saúde mental é o tema de uma conferência especial em Caarapó(MS), imperdível - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quarta-feira, 10 de agosto de 2022


Saúde mental é o tema de uma conferência especial em Caarapó(MS), imperdível

Saúde mental é tema de conferência em Caarapó

Publicado em: 22/03/2022 às 17h45


O Conselho Municipal de Saúde de Caarapó, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, realiza na próxima quinta-feira (24.03), no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a 1ª Conferência Municipal de Saúde Mental. A finalidade é debater a Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS.

O encontro, aberto a toda a população, tem horário de início previsto para as 13h. O objetivo geral é avaliar a situação da saúde mental no município de Caarapó, elaborar propostas a partir das necessidades de saúde e participar da construção de uma nova visão para a Rede Assistencial de Saúde Mental (RAPS) no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com os organizadores, as conferências são espaços amplos e democráticos de reflexão, discussão e articulação coletivas em torno de propostas e estratégias que apontam diretrizes para as várias políticas setoriais. Têm sua relevância reconhecida para fortalecimento do processo democrático de participação social na gestão do SUS e para construção de diretrizes para formulação de políticas públicas de saúde que atendam os anseios e necessidades da população, a principal característica das conferências é reunir representantes do governo e da sociedade civil, para elaboração de propostas que visem uma saúde mais justa e paritária.

Além disso, têm caráter deliberativo, isto é, o que elas definem tem extrema relevância pública e deve ser considerado pelos gestores das políticas e pela sociedade brasileira, cabendo aos conselhos estimular e fiscalizar o cumprimento de suas deliberações.

A programação da conferência prevê palestra com abordagem da atual situação da Saúde Mental no contexto do SUS, seguindo-se a formação de grupos para discussão de quatro eixos relevantes propostos pelo Conselho Nacional de Saúde e leitura e aprovação das propostas e moções e eleição dos delegados.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Diego Bachi Barros, entende que "a conferência permite a participação de todos os envolvidos na construção permanente da saúde mental no SUS mais acolhedora e resolutiva, desde os usuários, prestadores de serviços e gestores e os trabalhadores na saúde".

Já o secretário municipal de Saúde, Vinício de Faria e Andrade, considera que a conferência vai permitir à sociedade discutir a situação da saúde e apresentar sugestões relacionadas àquilo que ela quer, ou seja, indicando o que é mais importante e necessário para o município em termos de saúde. “É uma oportunidade que a população tem de apresentar a sua necessidade”, concluiu.