Pelo menos 200 mil idosos não tomaram a dose de reforço em Mato Grosso do Sul - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 21 de maio de 2022


Pelo menos 200 mil idosos não tomaram a dose de reforço em Mato Grosso do Sul

Resende faz apelo para população, mais vulnerável, tomar outra dose de vacina: “maior dificuldade é enfrentar os negacionistas

Publicado em: 28/01/2022 às 07h27


O secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, disse na tarde desta quinta-feira (27.01), aproximadamente 200 mil pessoas com mais de 60 anos não buscaram a dose de reforço (3ª dose) da vacina contra a Covid-19.

Até o momento, foram aplicadas 304,6 mil doses de reforço em idosos no Estado, que conta com mais de 500 mil pessoas nesta faixa etária.

A falar sobre a dificuldade em fazer a vacinação de adultos avançar em Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende ainda afirmou que o trabalhar para combater a Covid-19 é enfrentar os desafios que surgem a cada dia. “Hoje o desafio é enfrentar os negacionistas e quem faz apologia contra a vacina”, disse Resende. “Estas pessoas estão muito presentes em Mato Grosso do Sul e no mundo afora”, acrescentou.

Ao tentar, mais uma vez, conscientizar as pessoas que não completaram o ciclo vacinal para fazê-lo, Resende alertou: “Nossos dados nos motram que hoje, quem ocupa os leitos de UTI no Estado e estão indo a óbito são os não vacinados ou quem não completou o ciclo vacinal”, lembrou.

Atualmente há 284 pessoas hospitalizadas com Covid-19 em Mato Grosso do Sul, 187 delas em leitos clínicos, e outras 97 em leitos de UTI.

O boletim de quinta-feira (27.01) traz 14 novas mortes pela doença causa pelo coronavírus em Mato Grosso do Sul, 9 delas em Campo Grande. Em um período de 24 horas, foram registradas 2.687 novas infecções, média de 2.155 por dia na semana atual.