CEPEC da UFGD aprova passaporte e prorroga o início das aulas presenciais - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 21 de maio de 2022


CEPEC da UFGD aprova passaporte e prorroga o início das aulas presenciais

CEPEC aprova passaporte vacinal e prorroga início das atividades presenciais

Publicado em: 27/01/2022 às 19h32


Após reunião com mais de oito horas de duração, realizada ontem, 27.01, os membros do Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura (CEPEC/UFGD) chegaram ao consenso de que docentes, técnicos administrativos e estudantes que não estiverem imunizados contra a Covid-19 deverão ser proibidos de participar de atividades didático-pedagógicas presenciais na Universidade. Para viabilizar a identificação e o levantamento do número de servidores e estudantes que ainda não estão imunizados, o CEPEC também aprovou o adiamento das atividades de ensino de graduação presenciais. As aulas, que iniciariam no dia 1º de fevereiro, vão retornar em 15 de fevereiro.

Com a aprovação da exigência do chamado “passaporte vacinal” no dia de hoje, a Reitoria fará o levantamento do quadro de imunização dos acadêmicos. Até o dia 4 de fevereiro, todos estudantes de graduação da UFGD deverão enviar o comprovante de vacinação por meio de formulário eletrônico específico. Aqueles alunos que não estiverem com o esquema vacinal completo terão seu curso trancado até a regularização.

Adiamento necessário

O aumento de casos de contaminação por coronavírus em Dourados, e o consequentemente aumento do fluxo de pessoas nos hospitais e Unidades Básicas de Saúde na cidade também foram fatores que influenciaram os representantes do CEPEC adiar por mais 15 dias a volta presencial das atividades de ensino da UFGD.

Um dos temas que foi mais longamente debatido entre os conselheiros foi, justamente, sobre o perigo que a retomada presencial poderia representar, especialmente para estudantes e servidores dos grupos de risco. Várias propostas foram debatidas, e o CEPEC votou por permitir que tanto alunos como professores com comorbidades possam solicitar atividades de ensino remoto.

Outras medidas sugeridas na reunião

Os membros do CEPEC expressaram sua preocupação com outros fatores além da Universidade, como a superlotação dos coletivos que levam alunos para a Unidade 2 da UFGD. A Reitoria informa que já se comunicou com os órgãos competentes via ofício, mas que nos próximos dias terá agenda presencial com os gestores da Medianeira e com representantes da AGETRAN, visando debater sobre o grande fluxo de estudantes que chegará à cidade nos próximos dias.