Gripe Influenza H3N2 mata douradense de 25 anos sem comorbidades - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 21 de maio de 2022


Gripe Influenza H3N2 mata douradense de 25 anos sem comorbidades

Influenza H3N2 mata douradense de 25 anos sem comorbidades

Publicado em: 19/01/2022 às 06h34


Jovem de 25 anos, morador em Dourados, sem comorbidades, é uma das mais recentes vítimas da gripe em Mato Grosso do Sul. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, ele faleceu na sexta-feira (14.01) em decorrência de complicações da Influenza H3N2.

No boletim epidemiológico divulgado na terça-feira (18.01), esse subtipo viral da doença é causa atribuída de sete óbitos recentes em Mato Grosso do Sul. Além do douradense morto na sexta-feira, faleceram no domingo (16.01) duas idosas de Campo Grande, uma de 91 anos com doença cardiovascular crônica, e outra de 104 anos, com senilidade.

Na mesma data, faleceu uma mulher residente em Camapuã (MS), de 63 anos, com pneumopatia crônica. No sábado (15.01), a vítima da gripe foi um jovem de 20 anos morador em Corumbá. Ele não tinha comorbidades relatadas.

Naquele mesmo dia, morreu um morador de Rio Verde de Mato Grosso, de 59 anos, sem comorbidades relatadas. Antes, na sexta-feira (14.01), faleceu uma mulher de 45 anos residente em Bela Vista, com doença neurológica crônica. Entre o final de 2021 e primeiros dias de 2022, a Influenza foi causa de 35 mortes em Mato Grosso do Sul.

Além disso, a doença já motivou 264 hospitalizações no Estado, 20 delas nas 24 horas recentes. Foram três em Dourados, duas em Campo Grande, duas em Chapadão do Sul, duas em Corumbá, duas em São Gabriel do Oeste, e duas em Três Lagoas. Água Clara, Aquidauana, Bela Vista, Itaporã, Ponta Porã, Porto Murtinho, e Rio Verde de Mato Grosso tiveram uma internação hospitalar cada.