Falta de interesse ou de perfis? Há cinco anos, que o MS não entra no Big Brother Brasil - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 21 de maio de 2022


Falta de interesse ou de perfis? Há cinco anos, que o MS não entra no Big Brother Brasil

10 anos atrás, o veterinário Fael venceu o reality show e deu muito orgulho para Mato Grosso do Sul

Publicado em: 17/01/2022 às 08h35


Entra ano, sai ano, o Big Brother Brasil faz a estreia de sua 22ª temporada nesta segunda-feira (17.01). Há 5 anos, Mato Grosso do Sul não conta com um "filho" para acompanhar no reality show mais famoso da TV brasileira. São cinco edições sem a representatividade do Estado, tendo em contraste a explosão de goianos, cariocas e paulistas. Seria o perfil dos sul-mato-grossenses desinteressante para a emissora?

O último brother a representar o Estado no Big Brother Brasil foi Ilmar Renato, o mamão, em 2017. Desde então, MS nunca mais deu as caras no programa. Como todo ano, a aparição de confinados de uma mesma região é bastante comum no BBB, embora isso nunca tenha acontecido com Mato Grosso do Sul.

Em 2021, diante do sucesso da temporada de Juliette, o Jornal Midiamax perguntou aos ex-BBBs Priscila e Ilmar o que eles achavam da ausência de MS na casa mais vigiada do Brasil. Seria porque os sul-mato-grossenses não atendem ao perfil exigido por Boninho, ou falta de interesse na região?

Eles opinam

Vice-campeã da edição de 2009, a modelo e jornalista Priscila Pires pontuou: "Acredito que temos um Brasil muito grande e recheado de pessoas interessantes. Sem falar que não sabemos se MS teve muitas inscrições ou pré-selecionados". Também perguntamos à jornalista como ela enxerga a participação de sul-mato-grossenses no reality nacional. "É muito bom para o Estado, deixa todos em evidência, mas não estar não significa algo", concluiu.

Para o advogado Ilmar Renato, décimo eliminado da edição 17, a falta de representantes de MS no BBB é devido à incompatibilidade de perfis. "Não vejo que é relacionado à demanda geográfica. Pra mim é mais o perfil do jogador, o perfil que eles estão procurando. Como no BBB desse ano a seleção foi online pode ser que MS tenha tido poucos inscritos e nenhum tenha atendido o perfil. Porque eles pesquisam o perfil", declarou.

Ilmar também não acredita em qualquer possibilidade de discriminação com a região. "Não tem nada de preconceito sobre o Estado, até porque o Estado já teve vários ex-BBBs e um que se consagrou campeão", pontuou.

 

 

Há exatos 10 anos...

Em 2012, o médico veterinário de Aral Moreira, Rafael Alves Cordeiro, Fael, levou o prêmio pra casa e representou Mato Grosso do Sul brilhantemente em sua participação no Big Brother Brasil. Há uma década, MS venceu o BBB, mas dez anos depois o Estado não pinta no programa há cinco.

Em 2003, o BBB contou com Dilsinho Mad Max, o primeiro sul-mato-grossense a participar do programa. Será que a população do Estado curte ou desaprova a ausência de um representante na telinha?

O fato é que já tem um tempo que MS parece ter deixado de despertar a atenção de Boninho. Perfis incompatíveis ou ausência de interesse...? Não sabemos. Em contrapartida, Mato Grosso do Sul será a estrela principal da próxima novela das nove: o remake de "Pantanal", que será exibido todos os dias antes do BBB 22. Se no reality não haverá representação, na novela será diferente. Pelo menos é o que se espera.