Câmara Municipal de Curitiba(PR) aprova e reajuste aos servidores e políticos locais - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sexta-feira, 20 de maio de 2022


Câmara Municipal de Curitiba(PR) aprova e reajuste aos servidores e políticos locais

Câmara de Curitiba aprova e reajuste aos servidores e políticos, e será pago ainda este mês

Publicado em: 14/01/2022 às 06h24


A Câmara Municipal de Curitiba (Paraná) confirmou ontem a aprovação, em segunda votação do pacote de projetos que prevêem reajuste salarial para os servidores da prefeitura, do Poder Legislativo, prefeito de Curitiba, secretários e vereadores. As propostas incluem reposição de 10,25% para os servidores do Executivo relativo à inflação de de outubro de 2020 a setembro de 2021. E o pagamento dos 3,14% relativos à inflação de outubro de 2019 a setembro de 2020 suspenso pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro.

“Pretendemos que já a partir deste mês de janeiro, os nossos servidores voltem a receber os 3,14%, devolvendo os salários ao patamar em que se encontravam até agosto de 2021, além dos 10,25%, a título de recomposição da inflação”, disse o prefeito Rafael Greca.

“Nós tínhamos o compromisso com os nossos servidores e, por isso, encaminhamos os projetos ao Legislativo, tão logo a restrição prevista na lei acabou, no primeiro dia útil de janeiro”, afirmou o prefeito Rafael Greca (DEM-PR).
A prefeitura teve que suspender o pagamento do percentual de 3,14%, que vinha sendo feito desde novembro de 2020 até agosto de 2021, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), segundo a qual, a lei que estabeleceu a ajuda federal a estados e municípios durante a pandemia proibiu aumento de gastos com pessoal até 31 de dezembro de 2021.

A Câmara também aprovou projeto que reajuste o salário do prefeito Rafael Greca (DEM) e dos secretários municipais, no mesmo índice dos servidores da prefeitura, 10,25%. O salário de Greca passa dos atuais R$ 27.495,43 mensais, para R$ 31.262,30. Em relação aos secretários, o salário passa de R$ 18.281,10 para R$ 20.785,61.

Destaque no voto

A Câmara aprovou ainda projeto da Comissão Executiva da Casa que prevê reajuste de 11,59%, para os vereadores. Com o aumento, o salário dos parlamentares (vereadores) da cidade passará dos atuais R$ 15.594,73 para R$ 17.401,42. Também foi aprovado reajuste de 19,22% para os servidores da Câmara, referente à inflação de outubro de 2019 a fevereiro de 2022.

Os vereadores Amália Tortato e Indiara Barbosa, do Novo-PR; Denian Couto (Podemos-PR) e Flávia Francishini (PSL-PR), apresentaram emenda para retirar do projeto o reajuste para o prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores, mas a proposta de retirada foi rejeitada na votação da matéria.

Ontem, o vereador Professor Euler (PSD) pediu destaque para a votação dos aumentos para o prefeito, vice-prefeito, secretários e parlamentares. “Uma coisa é (dar a recomposição da inflação) para servidor, outra são os agentes políticos. Acho inadequado votar de uma única vez reajustes para categorias com características completamente diferentes entre si. Isso atrapalha a votação e a compreensão da opinião pública sobre o que acontece aqui”, disse o vereador.