Primeiro encontraram o corpo de um rei morto e descobriram um antigo mosaico romano - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, sábado, 29 de janeiro de 2022


Primeiro encontraram o corpo de um rei morto e descobriram um antigo mosaico romano

Os sucessos continuam chegando para uma equipe de elite de arqueólogos britânicos.

Publicado em: 27/11/2021 às 08h48

Neda Ulaby

Primeiro, eles desenterraram os restos mortais do rei Ricardo III. O corpo do último rei inglês morto em batalha - em 1485 - foi encontrado embaixo de um estacionamento por membros dos Serviços Arqueológicos da Universidade de Leicester em 2012, mais de 500 anos depois. (Acontece que você pode ouvir o relato entusiasmado da descoberta em uma série de podcasts de 12 partes.) Isto tudo aconteceu na Inglaterra (UK).

E apenas nesta quinta-feira, ULAS anunciou que escavou um importante mosaico romano em East Midlands retratando o lendário herói Aquiles lutando contra Heitor durante os dias finais da Guerra de Tróia.

 

None

 

"Esta é certamente a descoberta de mosaico romano mais emocionante no Reino Unido no século passado", disse o gerente de projeto do ULAS, John Thomas, que supervisionou as escavações, em um comunicado da universidade. Acredita-se que o mosaico data do final do Império Romano, cerca de 250-450 aC, e faz parte de um enorme complexo de vilas enterrado sob o campo de um fazendeiro.

Medindo 11,8 metros por quase 7,26 metros, tem o tamanho de três pistas de boliche e foi avistado pela primeira vez pelo filho do proprietário durante a pandemia em 2020. Depois que a família contatou a equipe arqueológica do Conselho do Condado de Leicestershire, o local foi escavado por ULAS com a ajuda do grupo de preservação do patrimônio Historic England e em contato com o Rutland County Council. (ULAS é descrito como uma unidade comercial afiliada à Universidade de Leicester.)

O mosaico abrangia o chão do que provavelmente era uma ampla área de jantar ou entretenimento, de acordo com os pesquisadores. É um dos poucos exemplos de obras de arte semelhantes de toda a Europa centradas neste assunto. O mosaico pode ser apenas o primeiro tesouro significativo obtido pelo local, que Thomas descreveu como "muito bem preservado".