Lula vai à Europa e espera contrapor a imagem de isolamento de Bolsonaro no G20 - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, terça-feira, 7 de dezembro de 2021


Lula vai à Europa e espera contrapor a imagem de isolamento de Bolsonaro no G20

A viagem, cheia de encontros com autoridades, serve para fortalecer internacionalmente o nome de Lula antes da corrida presidencial de 2022

Publicado em: 13/11/2021 às 06h46

Pedro Grigori

O ex-presidente Lula da Silva desembarcou em Berlim, na Alemanha, na manhã de quinta-feira (11.11). O petista dá início a uma turnê pela Europa onde se encontrará com líderes progressistas do velho continente e participará de eventos para debater o cenário atual da América Latina e do mundo.

A viagem serve para fortalecer internacionalmente o nome de Lula antes da corrida presidencial de 2022. Segundo o Partido dos Trabalhadores (PT), Lula espera também contrapor à imagem de isolamento passada por Jair Bolsonaro (sem partido) durante o encontro do G20, na Itália, no começo de novembro. Além da Alemanha, o ex-presidente passará pela Bélgica, França e Espanha.

Lula deve se encontrar com o sindicato alemão de metalúrgicos, o IG Metall, uma das maiores forças sindicais da Europa. Na próxima segunda-feira (15/11), o petista participará de uma reunião com o bloco social democrata da Europa no plenário do Parlamento Europeu, em Bruxelas, na Bélgica. O evento terá como tema os desafios no mundo pós-pandemia. Lula foi convidado para fazer o discurso de encerramento do evento.

Além dele, participam do encontro Josep Borrel, vice-presidente da União Europeia; José Luis Rodríguez Zapatero, ex-primeiro-ministro da Espanha; Claudia Sheinbaum Pardo, governadora da Cidade do México; Claudia Nayibe López Hernández, prefeita de Bogotá, na Colômbia, e o líder do bloco social democrata, Iratxe García Pérez.

Também na próxima semana, o ex-presidente fará uma palestra no Instituto de Estudos Políticos de Paris e depois receberá o prêmio Coragem Política 2021, concedido pela revista Politique Internationale, pelo mandato presidencial marcado “pelo desejo de promover a igualdade".

Lula da Silva deve ainda se encontrar com a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, que será a candidata do Partido Socialista (PS) para as eleições presidenciais da França em 2022.

Não foram detalhados os compromissos do ex-presidente na Espanha, por sua assessoria.