Projeto oferece financiamento de R$ 60 mil para ideias inovadoras em MS - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, terça-feira, 7 de dezembro de 2021


Projeto oferece financiamento de R$ 60 mil para ideias inovadoras em MS

Serão selecionados até 50 projetos que também receberão R$ 26 mil em bolsas do CNPq

Publicado em: 12/11/2021 às 05h10

Assessoria

Estão abertas as inscrições para o Programa Centelha 2, que oferece bolsas de até R$ 60 mil para ideias inovadores em negócios de sucesso em Mato Grosso do Sul. Ao todo, são R$ 3 milhões em recursos para financiar até 50 projetos.

O programa é uma parceria entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Fundação Certi e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Semagro e Fundect.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet clicando aqui. O edital está publicado no site do programa, que tem como objetivo estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador.

Os interessados devem apresentar as ideias de negócio e a equipe de trabalho na primeira fase. Já na segunda etapa, os selecionados devem elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o negócio e mostrando as chances da ideia gerar um bom negócio.

A terceira e última fase é o desenvolvimento de um projeto de fomento com a apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução do projeto. Ao longo de todas as etapas, são oferecidas capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio.

Cada um dos projetos selecionados receberá R$ 60 mil em subvenção econômica, além de benefícios oferecidos pelos parceiros, entre eles, R$ 26 mil em bolsas do CNPq e durante um ano, serão acompanhados com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

“O Centelha abre espaço para participação de todos os cidadãos do estado, tanto para inscrever suas ideias como para interagir com os empreendedores, consolidando uma forte rede de apoio ao empreendedorismo inovador”, avaliou o presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira