Os novos, militantes e jovens charlatães da Ecologia no mundo - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, terça-feira, 7 de dezembro de 2021


Os novos, militantes e jovens charlatães da Ecologia no mundo

Eles jogam com os medos, proíbem o debate e recrutam os jovens para o movimento, mas não abandonam o ar condicionado

Publicado em: 06/11/2021 às 07h16

Les Valeurs - France

Um jornalista australiano deu a seguinte resposta, em relação à intenção de alguns estudantes do seu país de fazerem “greve pelo clima”:

“Jovens, vocês são a primeira geração que possui um aparelho de ar condicionado em cada sala de aula, os deveres são todos feitos em computadores, vocês têm um televisor em cada sala, passam os vossos dias a usar aparelhos electrónicos. Em vez de irem a pé para a Escola vocês utilizam uma frota de meios motorizados de transporte que entopem as vias públicas.

Vocês são os maiores consumidores de bens de consumo de toda a História, comprando compulsivamente as roupas mais caras para serem ‘trendy’. O vosso protesto é divulgado através de meios digitais e eletrônicos.

Por isso, antes de protestarem, desliguem os vossos ares condicionados, vão a pé para Escola, desliguem os vossos telefones celulares e leiam um livro de verdade, façam vocês mesmos seus sanduiches em vez de comprarem comida enlatada.

Mas, como é óbvio, não farão nada disso porque vocês são egoístas, mal-educados, manipulados pelas pessoas que os usam, proclamando ter uma causa nobre enquanto se refastelam no luxo ocidental mais desenfreado.

Acordem, amadureçam e fechem a boca. Informem-se dos fatos antes de protestar”. A geração de Greta, mais 20 a 40 anos no máximo tem de 36 a 56 anos, sendo geração X ou Y, filhos de no máximo baby boomers.

Adolescentes em berreiro ambiental no fundo hipócrita atual nada mais são, de maneira aritmeticamente indiscutível, que filhos e netos de duas gerações de hipócritas, que berraram por um mundo “verde” e viveram no consumismo capitalista tendendo ao cinza.

Ou caem na contradição de acharem que seu veleiro não tem pegada de carbono na resina de seu casco e no tecido de sua vela, ou Al Gore e outros que os fomentam e aproveitam também não o tem nos seus jatos particulares.

Mas a agenda política é ainda mais hipócrita, pois vilaniza a América e o dito quintal dos EUA (em convergência para a Indústria 4.0) , mas esquece a China, hoje pátio industrial tradicional do mundo. Claro que o eixo EUA e Europa do Atlântico dá mais mídia, e a hipocrisia faz mais eco.

Sobre “críticas a críticos” do que realmente seja Greta Thumberg e todos os fogos de artifício ao seu redor, interessante é que não entenderam que no caso Greta e similares menores, não está em questão criticar-se o âmago do militado.

Está nos objetivos de quem a cerca, o uso pela imprensa e, mais que tudo, como mostrado no texto acima, a demagogia simplória da militância dela (que repitamos, não é só dela há mais pessoas).

A hipocrisia ideologicamente direcionada de não ‘descer o cacete’ na Venezuela com seu petróleo pesado e seu tradicional problema com suas populações indígenas vem de brinde, apenas para citar outro exemplo, ao lado do muito maior chamado China.

Existe apenas uma ferramenta de marketing, de propaganda, até simplória, não um avatar de um mundo verde. Como toda ferramenta de marketing – na palavra um tanto tabu em alemão – “propaganda”, busca apenas duas coisas: iludir os ingênuos e servir aos mal intencionados. O tempo vai mostrar, crescentemente, que esse é o único método no caso.