Brasil joga bem, vira para cima dos EUA e encaminha vaga para as quartas de final - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quinta-feira, 30 de junho de 2022


Brasil joga bem, vira para cima dos EUA e encaminha vaga para as quartas de final

Apesar de susto no início da partida, time verde e amarelo mostra consistência na partida, controla sets seguintes e garante vitória por 3 x 1. Equipe fica em situação confortável no grupo B

Publicado em: 30/07/2021 às 06h44


O Brasil deu um passe gigante rumo às quartas de final do vôlei nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Na madrugada desta sexta-feira (30.07) - manhã no fuso horário japonês -, a Seleção se recuperou da derrota na última rodada em grande estilo. Em jogo disputado, o time verde e amarelo começou de forma instável, mas assumiu o controle da partida e venceu os Estados Unidos de virada por 3 sets a 1, com parciais de 30 x 32, 25 x 23, 25 x 21 e 25 x 20. O resultado encaminhou a classificação da equipe, que defende a medalha de ouro conquistada no Rio de Janeiro, em 2016.

O primeiro set deu provas do grande equilíbrio entre as duas equipes. Melhores no início, os americanos abriram uma vantagem de cinco pontos no placar. Porém, logo em seguida, os brasileiros entraram na partida e iniciaram uma trocação de pontos com os adversários. No melhor momento, o time verde e amarelo colocou 16 x 13 no marcador, mas foram alcançados. A igualdade seguiu até a reta final da parcial. Cada uma das equipes chegou a ter quatro set-points para sair na frente - os do Brasil foram primeiro -, mas, após várias quebras, os EUA venceram por 32 x 30.

Dando andamento ao cenário de divisão de ações, o segundo set foi lá e cá. Nos primeiros pontos, as equipes faziam bom proveito, principalmente, de erros rivais. O equilíbrio foi tanto que o Brasil conseguiu abrir margem somente no 11º ponto, quando colocou dois de frente. Competitivos, os americanos chegaram a igualar novamente o marcador em 15. Porém, os brasileiros retomaram a frente da parcial puxados por Lucão e Lucarelli. A vantagem construída chegou a quatro. Os EUA, porém, novamente pulverizam. O time verde e amarelo, porém, manteve a calma e fechou em 25 x 23.

Após nova largada com ações divididas, o Brasil conseguiu um leve, mas importante domínio sobre os Estados Unidos. Com as principais peças entrando de vez na partida, o time tupiniquim abriu frente após o décimo ponto e não deixou mais os americanos encostarem no marcador. Com espírito mais vibrante, os brasileiros chegaram a ter cinco de frente. No fim do set, os americanos até tentaram esboçar uma reação, mas não tiveram forças para impedir a vitória verde amarela, por 25 x 21, que virou a partida para os comandados de Renan Dal Zotto.

No início do quarto set, os americanos esboçaram um crescimento e saíram na frente, mas logo foram contidos pelos brasileiros que, com cinco pontos seguidos, marcaram 10 x 8. Mesmo ficando na liderança do placar até o fim da parcial, o Brasil não teve vida fácil. Em diversos momentos, os Estados Unidos tentavam esboçar reação e impediam o time verde e amarelo de abrir uma vantagem muito grande. Porém, na base da paciência, os atuais campeões olímpicos viraram as bolas necessárias, venceram por 25 x 20 e fecharam a partida em 3 sets a 1.

Panorama olímpico

Com a vitória, o Brasil se recuperou do tropeço contra o Comitê Olímpico Russo e encaminhou uma das vagas disponíveis no grupo B para as quartas de final. Em segundo lugar, o time verde e amarelo pode se classificar em caso de derrota de França ou Argentina. Na quinta rodada e última rodada da fase de classificação dos Jogos de Tóquio-2020, a equipe do técnico Renan Dal Zotto precisa vencer a França, no sábado (31/7), às 23h05, para não depender de um tropeço dos Estados Unidos diante da Argentina, no domingo, às 9h45.