Receita obtida do Fundersul dispara e cresce 245% em março - Caarapó Online

Caarapó - MS, sexta-feira, 29 de maio de 2020


Receita obtida do Fundersul dispara e cresce 245% em março

Com aumento proposto por Reinaldo, receita do Fundersul dispara e cresce 245% em março

Publicado em: 13/04/2020 às 07h46

Edivaldo Bitencourt

O aumento de até 71% nas alíquotas do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário de Mato Grosso do Sul), implementado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com o apoio de 15 dos 24 deputados estaduais, a receita do fundo disparou e cresceu 245% em março em relação ao mesmo período do ano passado. Em cinco anos, a arrecadação cresceu 445%, conforme o Portal da Transparência.


O Governo do Estado de MS arrecadou R$ 204,126 milhões no mês passado com o Fundersul, quatro vezes maior que o obtido no mesmo período de 2019, R$ 59,128 milhões. O aumento na receita do fundo se manteve mesmo com a crise causada pela pandemia do coronavírus.


Em decorrência do fechamento do comércio e suspensão de várias atividades para conter o avanço da Covid-19, a administração estadual contabiliza queda brusca na arrecadação de vários impostos, inclusive o principal, o ICMS, que teve redução de 25,4%, de R$ 720,2 milhões para R$ 536,7 milhões.


Instituído em 1999 na gestão de Zeca do PT para garantir a manutenção e pavimentação de rodovias estaduais, o Fundersul sempre foi duramente criticado pelos produtores rurais. No entanto, o fundo acabou mantido pelos sucessores do petista, como André Puccinelli (MDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB).


Aliás, na gestão do tucano, eleito com maciço apoio do agronegócio, o Fundersul acabou salgando o bolso do produtor rural. No ano passado, Reinaldo elevou a alíquota cobrada sobre grãos, boi, madeira, cana-de-açúcar e algodão em até 71%.


As novas alíquotas entraram em vigor em meados de fevereiro deste ano. A arrecadação do Fundersul no segundo mês do ano teve aumento de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado, de R$ 58,3 milhões para R$ 62 milhões, enquanto houve queda na receita com ICMS (de R$ 711,1 milhões para R$ 478,7 milhões) e IPVA (de R$ 57,2 milhões para R$ 23,8 milhões).


O montante arrecadado pelo fundo de janeiro a março deste ano soma R$ 315,8 milhões, 41% maior que os R$ 223 milhões arrecadados no primeiro trimestre de 2019. Em três meses, o tucano já contabiliza quase metade da receita prevista para todo o ano.


Em relação a março de 2015, primeiro ano da gestão de Reinaldo e último dado disponível n o Portal da Transparência, houve aumento de 445%. Há cinco anos, o Fundersul rendeu apenas R$ 37,4 milhões em março.


Na gestão tucana, além de pesar mais no bolso do produtor rural, o Fundersul deixou de ser destinado apenas para a manutenção das rodovias estaduais e estradas vicinais. Reinaldo passou a destinar quase um terço do recurso para a manutenção, recapeamento e pavimentação de vias urbanas.