Arara-canindé ganha bico novo com implante inédito - Caarapó Online

Caarapó - MS, terça-feira, 7 de abril de 2020


Arara-canindé ganha bico novo com implante inédito

Ave ficará em recuperação por pelo menos 2 meses antes de voltar a vida na floresta

Publicado em: 06/03/2020 às 09h30

Midiamax

Uma arara-canindé passou por um transplante de bico no último final de semana. O procedimento inédito foi realizado pelos veterinários do CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres) em Campo Grande.

De acordo com as informações, a ave adulta foi resgatada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) com ferimento grave e a suspeita é de que tenha sido vítima de um atropelamento, sendo levada para o CRAS no dia 28 de fevereiro.

A equipe de cirurgia foi coordenada pelo veterinário Lucas Cazati que destacou que a ave chegou no local com muito sangramento que durou até o procedimento. “O trabalho se concentrou em tirá-la da situação de risco. Realizamos todo um procedimento terapêutico, submetemos a exames de raios-x e ultrassom, o que nos permitiu um diagnóstico favorável à cirurgia”, explicou.

Na cirurgia foi realizado o enxerto heterólogo, o transplante de um indivíduo de uma espécie para outra. E o veterinário ainda destacou que outras pequenas cirurgias já haviam sido realizadas, como o reparo de caso em jaboti, mas o procedimento da arara foi de maior complexidade.

“Utilizamos um bico de animal já falecido, que foi recortado, ajustado com resina de dentista e fixado com parafusos ortopédicos, de forma que a arara fique bem e consiga se alimentar”, acrescentou.

A cirurgia durou 1h30 e envolveu uma equipe multidisciplinar composta pelos médicos veterinários Lucas Cazati (cirurgião), Aline Duarte, Diogo Borges e Heitor Corrêa Lopes, além dos biólogos Allyson Favero e Márcia Delmondes e a zootecnista Claudia Medina.

No processo de adaptação, a ave segue em tratamento e sendo acompanhada pelos veterinários, e será alimenta com alimentos macios por pelo menos 2 meses.