Paciente que veio da China é o 1o caso suspeito de coronavírus em MS - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 4 de abril de 2020


Paciente que veio da China é o 1o caso suspeito de coronavírus em MS

Ele está internado no Hospital Regional de Ponta Porã, e por enquanto o quadro é considerado bom

Publicado em: 26/02/2020 às 11h30

Leonardo Rocha

As autoridades de saúde investigam um caso suspeito de coronavírus em Mato Grosso do Sul. O paciente, de 24 anos, está internado em vaga de isolamento no Hospital Regional de Ponta Porã, cidade que fica a 323 km de Campo Grande.


Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, ele estava na China, passou por Assunção no Paraguai e chegou de carro na fronteira com a família. Nota oficial divulgada pouco depois pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) informa que o paciente “desembarcou no aeroporto de Guarulhos (SP) e veio de carro até o município de Ponta Porã”. A viagem pelo caminho mais curto é de 1,1 mil km.


De acordo com o secretário, o paciente apresenta um “quadro viral” parecido com gripe e por esta razão ele foi isolado. Geraldo não sabe dizer se o homem é chinês ou brasileiro descendente de chineses, que têm grande comunidade em Ponta Porã. “Se trata no momento apenas de uma suspeita, não existe qualquer confirmação, todos as medidas estão sendo tomadas”, disse o gestor.


Resende ponderou que a princípio se trata de uma “gripe comum”, no entanto todos os exames serão feitos para elucidar a situação. Ele contou que o paciente chegou com a família e amigos e por isto todos que tiveram contato estão sendo monitorados, no entanto, somente ele apresentou sintomas e por isso foi internado.


“O quadro dele é bom e estável, por isso não precisamos fazer alarde neste momento”. O secretário ainda adiantou que está seguindo para Campo Grande, onde deve fazer uma reunião nesta tarde com sua equipe sobre a situação. “Iremos tomar todas as providências e medidas preventivas, mas temos que lembrar que já houve outras suspeitas no Brasil e a maioria foi descartada”, pontuou.

Questionado sobre se a SES (Secretaria de Estado de Saúde) já reportou o caso ao Ministério da Saúde, o secretário informou somente que dará mais detalhes em nota oficial. Mas, no texto divulgado pela secretaria, não há informações sobre como o caso é tratado nacionalmente.


Investigação - A Santa Casa de Campo Grande também investigou um caso em janeiro. Um jovem de 21 anos foi o 1º "caso provável" de coronavírus em Mato Grosso do Sul. O rapaz deu entrada com histórico de dores musculares, tosse seca, sensação de febre e falta de ar ao fazer exercício. Aos médicos, contou que teve contato com amigo que viajou à China nos últimos 15 dias, por isso acendeu o alerta na equipe médica.

Segundo a Santa Casa, a suspeita foi afastada no mesmo dia, depois de o jovem passar por exames complementares. No período em que ficou no hospital, permaneceu em isolamento para vigilância epidemiológica, seguindo protocolo determinado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).