Brasileiro poderá usar imóvel como garantia em mais de um financiamento - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 4 de abril de 2020


Brasileiro poderá usar imóvel como garantia em mais de um financiamento

Medida tem como intuito estimular e baratear a concessão de crédito, sobretudo a do crédito privado

Publicado em: 19/02/2020 às 05h03

Marina Barbosa

O Banco Central (Bacen) está preparando uma série de medidas que podem estimular e baratear a concessão de crédito, sobretudo a do crédito privado, no Brasil. Uma delas, é a possibilidade de o brasileiro poder usar o seu imóvel como garantia em mais de um financiamento bancário.


"Tem regras para sair, para estimular a competição e estimular que as pessoas possam usar seu imóvel como garantia para estimular o crédito", contou o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que admitiu estar aprimorando as regras dos empréstimos que usam o imóvel como garantia em uma reunião com a bancada do DEM na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (18.02).


"A ideia é poder usar o mesmo imóvel para fazer operações diferentes, como é feito em vários lugares do mundo. Você pode estar, por exemplo, com 95% do imóvel pago e querer fazer um empréstimo de 6% desse valor", contou Campos Neto, dizendo que essa modalidade está sendo chamada internamente no BC de contrato guarda-chuva no Banco Central.


Ele explicou que, hoje, os imóveis residenciais dos brasileiros somam R$ 12,7 trilhões - capital que tem ficado parado na economia. "Temos um capital enorme de imóveis que já são propriedade das pessoas. Mas as pessoas não conseguem extrair valor dele", justificou, dizendo que usar esses imóveis como garantia de financiamentos bancários poderia ampliar o estoque de crédito disponível no país, sem gerar um custo para o poder público.


Segundo o presidente do BC, essa medida ainda pode reduzir os juros que são cobrados aos consumidores. Ele não disse, contudo, quando essa nova regra será publicada.