Diretor e 30 agentes carcerários são presos em Pedro Juan Caballero - Caarapó Online

Caarapó - MS, terça-feira, 25 de fevereiro de 2020


Diretor e 30 agentes carcerários são presos em Pedro Juan Caballero

Diretor do presídio e mais 30 agentes carcerários são presos em Pedro Juan Caballero (PY)

Publicado em: 22/01/2020 às 07h49

FolhaPress

O diretor do presídio de Pedro Juan Caballero e outros 30 agentes carcerários, de diferentes níveis hierárquicos, estão detidos. Eles são suspeitos de terem facilitado a fuga de 75 integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), na madrugada de domingo (19.01).

O governo paraguaio já havia anunciado os afastamentos de Joaquín González, diretor-geral de estabelecimentos penitenciários; Matías Vargas, chefe da Segurança; Cristian González, diretor da prisão, além de cinco agentes penitenciários.

– Com a autorização judicial e acompanhamento das juízas de execução Dalmi Gómez e a juíza de sentença Carmen Silva, foram apreendidos celulares para cruzamento de chamadas e análise de informações, tanto das pessoas detidas como de aparelhos celulares encontrados em um escritório invadido – informou a Promotoria, em nota.

A juíza de execução ordenou, de forma provisória, que os outros 81 presos do pavilhão que não fugiram fiquem num pavilhão contíguo. Os procedimentos do MP foram realizados em conjunto com a Polícia Nacional. O ministro do Interior, Euclides Acevedo, afirmou que Brasil e Paraguai estão trabalhando juntos para tentar recapturar os 75 criminosos. Para ele, houve claro envolvimento dos agentes penitenciários.

– Estamos trabalhando com a hipótese de que houve uma liberação de presos. A cumplicidade pessoal dos agentes não é só verossímil, como é quase evidente – afirmou.