Um em cada cinco brasileiros bloqueou parente ou amigo por causa de política - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 9 de julho de 2020


Um em cada cinco brasileiros bloqueou parente ou amigo por causa de política

Pesquisa realizada com 2.948 pessoas aponta que 46% dos entrevistados deixaram de publicar alguma coisa sobre política nas redes sociais para evitar discussões com amigos ou familiares

Publicado em: 25/12/2019 às 06h35

Correio Braziliense

Uma pesquisa realizada mostra que a polarização política, mesmo um ano depois da eleição presidencial, segue provocando rusgas nas relações pessoais. Segundo o levantamento, realizado entre 5 e 6 de dezembro com 2.948 pessoas em 176 cidades brasileiras, um (19%) a cada cinco brasileiros deixou de seguir ou bloqueou o perfil de um um amigo, familiar ou empresa por discordar de posições políticas. Além disso, uma (27%) a cada quatro pessoas saiu de algum grupo do WhatsApp para evitar discussões.

De acordo com os dados obtidos na pesquisa, as respostas dos entrevistados referem-se a comportamentos adotados nos últimos 12 meses, entre as pessoas que tem conta em redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp. Para 54% dos entrevistados, as novas mídias são importantes para fazer com que os políticos estejam atentos às discussões sociais.

Confira abaixo outros dados levantados pela pesquisa realizada:

77% acreditam que as redes sociais ajudam a dar voz a grupos normalmente deixados de lado pela sociedade;

51% deixaram de comentar ou compartilhar alguma coisa sobre política em grupo de WhatsApp para evitar discussões com amigos ou familiares;


46% deixaram de publicar alguma coisa sobre política nas redes sociais para evitar discussões com amigos ou familiares;


43% acreditam que as redes sociais ajudam a influenciar as decisões dos políticos;


27% saíram de algum grupo de WhatsApp para evitar discussões políticas com amigos ou familiares;


19% deixaram de seguir ou bloquearam algum amigo ou pessoa da família por discordar das suas posições políticas;


19% deixaram de seguir ou bloquearam alguma empresa ou marca por causa de suas posições políticas;


16% entraram em algum grupo em redes sociais para discutir e divulgar ideias políticas parecidas com a sua;


14% mudaram a foto do perfil para apoiar alguma causa política.


Como consertar os problemas

1. Seja o primeiro a tomar iniciativa de reconciliar. Compreenda que as eleições pode ter sido um período em que os ânimos estavam exaltados. Se houve briga reconheça seus erros.

2.Aproxime-se da pessoa. Argumente que todos queremos um país melhor e que cada um ao seu modo, pode ter errado na hora de defender suas ideias.

3.Tenha em mente que a política pode atrapalhar as relações. Quem está na atividade partidária sabe que nenhuma briga dura para sempre, e que amanhã os rivais podem ser parceiros.

4.Tente identificar se foi realmente a política ou algum problema subjacente que foi mascarado pela política. Tente identificar para achar a melhor solução.

5.Tenha consciência que tudo na vida tem lados opostos, e que o importante é ter PAZ e não ter Razão. Laços familiares são mais importantes que qualquer outra coisa, e que a política muda a cada pleito. O relacionamento deve ser mais sólido que os governos e partidos políticos.