Cinco municípios de MS já registram chuvas em excesso - Caarapó Online

Caarapó - MS, terça-feira, 20 de outubro de 2020


Cinco municípios de MS já registram chuvas em excesso

Amambaí, Itaquiraí, Jardim, Rio Brilhante e Selvíria são os municípios já superaram a média histórica para o mês, conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima

Publicado em: 22/12/2019 às 05h29

CEMTEC

Diferente do ano passado, dezembro de 2019 tem surpreendido pelas condições climáticas de tempo chuvoso em Mato Grosso do Sul. Cinco municípios do Estado registraram chuvas acima da média nos primeiros 20 dias do mês.


Amambaí, Itaquiraí, Jardim, Rio Brilhante e Selvíria são os municípios já superaram a média histórica para o mês, conforme o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec). Dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), na região extremo oeste do Estado os acumulados variam entre 50 a 100 milímetros, a parte sul e extremo nordeste possuem acumulados maiores entre 150 a 200 milímetros, e grande parte do território sul-mato-grossense apresenta acumulados entre 100 a 150 milímetros.

A explicação, conforme a coordenadora do Cemtec, Franciane Rodrigues, o mês é um dos mais chuvosos no Estado em decorrência do fortalecimento dos sistemas meteorológicos de chuva que ocorrerem na América do Sul (Zonas de Convergência, Áreas de instabilidades, frentes frias entre outros) e que influenciam no padrão de chuvas.

“Talvez as pessoas estejam estranhando o comportamento deste ano, porque dezembro de 2018 foi muito seco. Naquele ano, nenhum dos 28 pontos de monitoramento do Instituto Nacional de Meteorologia em Mato Grosso do Sul registrou chuvas acima da média”, explica.

Conforme os mapas de anomalia de precipitação divulgadas pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), o último dezembro mais chuvoso em Mato Grosso do Sul ocorreu em 2009.


Próximos dias

O modelo internacional de previsão de tempo, National Centers for Environmental Prediction (NCEP/NOAA), sob análise da coordenadora e especialista do Cemtec, Franciane Rodrigues, dá uma prévia de como ficará o tempo nos últimos dias do ano.

As condições para chuva no Estado diminuem no Estado em comparação a dias anteriores. Os maiores acumulados de chuva estão concentrados nas regiões norte e bolsão com acumulados estimados em até 125 milímetros de chuva. Essa condição de chuva concentrada nas regiões mencionadas está associada a previsão de formação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) no período, sendo um dos sistemas responsáveis por trazer chuva volumosa nesta parte do Estado. Nas demais áreas, as chuvas também são estimadas em acumulados menores em até 70 milímetros ao longo do período.


O período de 28 de dezembro a 5 de janeiro, será chuvoso em Mato Grosso do Sul. O modelo estima aumento significativo das chuvas, e são esperados até 125 milímetros acumulados. Os modelos de previsão numérica de tempo indicam que a virada do ano ano seja chuvoso em todas as regiões do estado. Nessas condições, faz-se necessário atenção as possíveis condições adversas no tempo que podem ocorrer, como chuvas intensas, ventos fortes e raios. Como os volumes esperados são altos, atenção a possíveis alagamentos, enxurradas e transtornos a população que possam eventualmente ocorrer nos municípios.

 

MS