Portaria aumenta o limite de compras na fronteira para US$ 500 - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 11 de dezembro de 2019


Portaria aumenta o limite de compras na fronteira para US$ 500

Portaria aumenta o limite de compras na fronteira para US$ 500, mas apenas depois de 1º de janeiro de 2020

Publicado em: 16/11/2019 às 07h19

Assessoria

O limite de compras isentas de impostos para quem cruza a fronteira do Brasil por via terrestre ou por rio vai subir de US$ 300 para US$ 500 por pessoa, a partir de 1º de janeiro de 2020. A portaria 601, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), foi publicada na edição de quinta-feira (14.11) do Diário Oficial da União.


O valor de US$ 500 (que fica em R$ 2.200,00) será somente depois de 1º de janeiro de 2020, para todas as fronteiras terrestres que o pais faz divisa internacional, em especial Salto del Guairá (Paraguai) e Pedro Juan Caballero (Paraguai). Puerto Soarez e Puerto Quijarro ambos na Bolívia estão inclusos. Junto sestão Paso de los Libres e Bernardo de |Irigoen na Argentina, e claro Ciudad del Este e Missiones.


No mês passado, o presidente Jair Bolsonaro já havia informado que ampliaria o limite, o que deve beneficiar quem cruza a fronteira do Brasil com o Paraguai, por exemplo. O governo também vai ampliar, a partir do próximo ano, o limite para compras em free shops, dos atuais US$ 500 para US$ 1.000.


Os free shops ou duty free shops são lojas localizadas em salas de embarque e desembarque de aeroportos brasileiros onde os produtos são vendidos sem encargos e tributos. Poddem ser adquiridos na chegada ou saída do país.