Brasil termina primeiro dia em quarto no quadro de medalhas - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 24 de outubro de 2020


Brasil termina primeiro dia em quarto no quadro de medalhas

Brasil termina primeiro dia em quarto no quadro de medalhas, veja a situação dos participantes

Publicado em: 28/07/2019 às 08h46

COB

O Brasil terminou o primeiro dia de competições com quadro de medalhas em quarto lugar, com oito medalhas, duas de ouro, três de prata e três de bronze. Quem liderava até a noite de sábado (27) era o México (5 ouro, 3 prata, 7 broze, 15 no total), seguido pelos Estados Unidos (4, 5, 4) e Peru (3, 2, 2).

Veja o resumo do dia do Time Brasil no Pan de Lima 2019.


Foi um dia de muita emoção e conquistas inéditas para o Brasil nos Jogos Pan-americanos Lima 2019. Neste sábado, dia 27, conquistamos nossas primeiras medalhas na competição, algumas delas inéditas. O triatlo feminino foi o primeiro a levar o Time Brasil ao lugar mais alto do pódio, com a dobradinha de Luisa Baptista e Vittoria Lopes. O ouro de Luisa foi o primeiro que uma brasileira conquistou na história do Pan, assim como o ouro de Bruna Wurts na patinação artística, inédito para o Time Brasil, que só havia conquistado ouro no masculino até então. Em Lima, os homens também trouxeram medalhas nessas duas modalidades. No triatlo, Manoel Messias foi prata, e, na patinação, Gustavo Casado foi bronze. À tarde foi a vez das medalhas aparecerem no taekwondo. Paulo Ricardo foi bronze na categoria até 58kg, e Talisca Reis foi prata na categoria até 49kg.

ATLETISMO - Primeira competição deste sábado em Lima, a Maratona feminina abriu o dia, com as brasileiras Valdilene Silva e Andreia Hessel na disputa. Valdilene chegou a estar liderando a prova nas passagens dos 10km e dos 15km, mas não resistiu ao ritmo forte imposto pela peruana Gladys Pucuhuaranga, que terminou com o ouro. Valdilene completou a prova em sexto lugar, enquanto Andreia foi a oitava colocada. Entre os homens, Wellington Bezerra também chegou a fazer um bom início de prova, liderando até os 20km, mas não conseguiu manter a ponta. Bezerra terminou em 11o. A vitória foi também de um peruano, Christian Mendoza.

Neste sábado, 27 de julho, Iêda Guimarães ficou a uma posição do pódio, no pentatlo moderno feminino, mas nem por isso deixou de celebrar. Afinal, por ter sido a melhor sul-americana da prova, a carioca de 18 anos carimbou seu passaporte para Tóquio 2020.

GINÁSTICA - Na ginástica olímpica por equipe feminina, o Brasil levou o bronze nesta noite de sábado. Flávia Saraiva, Lorrane Oliveira, Thaís Fidelis e Carolyne Pedro ficaram atrás apenas das equipes dos EAU e Canadá. O pódium era o esperado. Lembrando que uma das estrelas da ginástica brasileria, Jade Barbosa, foi cortada por contusão pouco antes das estreia. O Brasil ainda faturou sete vagas nas finais individuais do Pan de Lima.

HANDEBOL - Apesar de um começo complicado, a seleção feminina superou Porto Rico por 40 a 15 e conseguiu a classificação em primeiro no Grupo A. Agora, vai para a semifinal com uma boa e invicta campanha. Cuba classificou em segundo e Porto Rico terminou em terceiro. A semifinal será nesta segunda-feira, 29, às 14h (de Brasilia).

BOLICHE - As duplas brasileiras não conseguiram conquistar medalhas nos Jogos Pan-americanos Lima 2019. Neste sábado aconteceu o segundo dia de competição nas duplas, mas os brasileiros não conseguiram encontrar o melhor jogo para poder brigar pelo pódio. As mulheres foram as primeiras a entrar na pista, mas Stephanie Martins e Roberta Rodrigues terminaram na 11a colocação. Entre os homens, que jogaram à tarde, Marcelo Suartz e Bruno Costa melhoraram um pouco em relação ao primeiro dia, mas finalizaram em 13o. Os quatro atletas agora se concentram para a disputa individual, que começa neste domingo, dia 28, às 11h (de Brasília) para as mulheres, e às 18h para os homens.

ESQUI AQUÁTICO - No wakeboard, o Brasil se classificou para as finais masculina e feminina. Mariana Nep ficou com a terceira melhor nota (52.45) das semifinais, segunda do grupo 2, e avançou à disputa de medalha. Marcelo Giardi conseguiu a vaga na final através da repescagem, quando somou 61.33 e acabou em segundo lugar. As finais masculina e feminina serão na próxima terça-feira, às 18h (de Brasília). No Slalom, Tamires Aguiar e Felipe Simioni não se classificaram para a final. Tamires fez 5 boias a 34mph (55 km/h) com corda de 18,25m, enquanto Felipe fez 5 boias na velocidade de 58km/h com 12 metros de corda.

CAIAQUE - Companheiro de Isaquias Queiroz na prova do C2 Masculino 1000m, o brasileiro Erlon de Souza precisou abandonar a prova neste sábado, dia 27, durante os Jogos Pan-americanos Lima 2019. Erlon passou mal ao cruzar os primeiros 450 metros e a dupla deixou a competição ainda no meio da prova, em Huacho. Eles eram os favoritos para conquista de medalha nessa categoria.

Em outra prova, no meio da manhã deste sábado, em Huacho, Isaquias Queiroz foi o mais rápido na eliminatória do C1 Masculino 1000 metros e está classificado para a final. Nas eliminatórias do caiaque, Vagner Souta foi direto para a final do K1 Masculino 500 metros, e também ficou em terceiro lugar no K2 Masculino 1000 metros, ao lado de Edson Silva, garantindo vaga na final. Isaquias no C1 1000, Vagner no K1 500 e no K2 com Edson disputarão as finais na segunda (29.07).

Ana Paula Vergutz ficou em primeiro lugar na eliminatória do K1 Feminino 500 metros. A canoísta fez o tempo de 1m57s295 e está na final da categoria. “Estou confiante e com certeza vai dar para brigar por uma medalha”, disse a atleta. Neste domingo (28) a canoísta compete pela eliminatória do K1 Feminino 200 metros, Edson Silva no K1 Masculino 200 metros e Valdenice Conceição no C1 200 Feminino metros.

Final do K4 Masculino 500 metros

Os canoístas do caiaque estão confiantes para a final que será disputada nesse domingo (28). "Estamos nos preparando para uma boa prova”, disse Pedro Helena Costa. A opinião é compartilhada com Patrick Eliezer: “O nosso K4 está bem encaixado e bem treinado e acho que vai dar certo”. Além de Pedro e Patrick, completam a disputa Edson Silva e Vagner Souza. A prova acontece no domingo às 11h da manhã (hora de Brasília).

RUGBY - Depois do empate em 14 a 14 com o Chile na estreia, a seleção masculina de rugby sevens voltou a campo neste sábado. Os Tupis não tiveram dificuldade para conquistar duas vitórias em dois jogos e avançar às semifinais. O primeiro jogo por 59 a 0 sobre a Guiana, e o segundo por 12 a 0 sobre os Estados Unidos. O Brasil encara o Canadá neste domingo, às 14h (de Brasília), por uma vaga na final. No feminino, as Yaras, que venceram o Peru na véspera, derrotaram o México por 45 a 0 na manhã deste sábado, e depois acabaram derrotadas pelo Canadá por 26 a 0. As meninas voltam a campo neste domingo, às 12h50 (de Brasília), para enfrentar os Estados Unidos nas semifinais.

TIRO ESPORTIVO - As brasileiras Thais Moura e Rachel Silveira disputaram neste sábado a fase classificatória da prova feminina da Pistola de ar 10m em Lima. Thais alcançou 554 pontos e terminou em 15o, enquanto Rachel marcou 548 pontos, ficando em 18o. A pontuação não permitiu que as brasileiras avançassem à final, que foi vencida pela cubana Laina Pérez, seguida pela equatoriana Andrea Perez, e por outra cubana, Sheyla González.

LEVANTAMENTO DE PESOS - A brasileira Nathasha Figueiredo ficou muito próxima de conquistar uma vaga no pódio na categoria 49kg do levantamento de pesos em Lima. Nathasha levantou 176kg, apenas um a menos que a dominicana Santa Villa (177kg), que terminou com a medalha de bronze. A prata ficou com a colombiana Ana Segura (188kg), e o ouro outra dominicana, Beatriz Piron (193kg).