Programa monitora variáveis de desempenho na raça Nelore - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 22 de agosto de 2019


Programa monitora variáveis de desempenho na raça Nelore

Raça Nelore atrai pecuaristas por ganho de peso e resistência física, portanto a raça promete.

Publicado em: 10/06/2019 às 16h30

Aline Oliveira

Produtores rurais e especialistas do setor pecuário em Mato Grosso do Sul tiveram oportunidade de conhecer no dia 7 de junho, os resultados de três anos de pesquisa desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Gado de Corte), por intermédio do programa Geneplus.

Os resultados  foram apresentados na 1ª Prova de Avaliação de Desempenho do Nelore (PADN 2019), pela equipe técnica que detalhou os fatores monitorados. Entre eles, a conversão alimentar, ganho de peso diário e total, dos exemplares selecionados. Características fenotípicas, quantidade de gordura subcutânea e conformação frigorífica também foram observadas.

O chefe-geral interino da Embrapa Gado de Corte, Ronney Robson Mamede, avalia a importância do programa Geneplus, em desenvolvimento há 23 anos.

"Uma pesquisa com esse porte é fundamental para o desenvolvimento de toda cadeia produtiva.  Considerando os resultados da pecuária brasileira entre os anos de 1975 e 2015, podemos afirmar que a oferta de carne bovina foi multiplicada em quatro vezes e nesse sentido, as pesquisas da Embrapa sempre estiveram presentes", argumenta.

MONITORAMENTO ELETRÔNICO


O sistema que monitora o consumo de alimentos  foi completamente automatizado e os animais receberam um chip eletrônico na orelha, para quando chegarem ao cocho serem identificados e registrados no sistema, bem como a quantidade de ração consumida, em tempo real.

Além disso, outro dado avaliado foi a quantidade de água que o animal ingere, para isso o exemplar é pesado cada vez que isso acontece, por intermédio de balanças eletrônicas instaladas no local aonde é servido o líquido.

Conforme apontado pela equipe técnica, a digitalização do dois processos trouxeram mais facilidade na execução do trabalho de monitoramento, que anteriormente era feito manualmente. Além de oferecer mais precisão na coleta de dados foi observado que diminuiu o estresse de manejo no curral.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Antônio Ferreira Rosa (Toti), a meta comum dos envolvidos no programa Geneplus é focada em três princípios: produção, produtividade e qualidade do produto. "Com apoio de parceiros importantes vamos alcançar nosso objetivo que é melhorar a produção de gado de corte no Brasil".

Participaram da avaliação 131 animais distribuídos entre 20 propriedades rurais, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.