Preço da carne suína registra alta de 3,87% em MS - Caarapó Online

Caarapó - MS, domingo, 21 de julho de 2019


Preço da carne suína registra alta de 3,87% em MS

Economista afirma que há desiquilíbrio entre oferta e demanda do setor de suinos

Publicado em: 15/05/2019 às 09h16

Famasul

Os preços da carne suína avançaram 3,87% no primeiro quadrimestre deste ano em Mato Grosso do Sul. Com a possibilidade concreta de um bom desempenho das exportações neste ano, a análise econômica do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS aponta para uma alta no valor do quilo do suíno em Mato Grosso do Sul. Entre janeiro e abril, a média do preço ficou em R$ 3,49, enquanto no mesmo período de 2018 o valor estava na casa dos R$ 3,36.

Na avaliação da analista técnica do Sistema Famasul, a economista Eliamar Oliveira, o fato é o atual desequilíbrio entre a oferta e demanda do setor. “Os preços em 2019 estão mais valorizados em razão da dinâmica positiva do mercado. Há possibilidade significativa do Brasil seguir com bom desempenho nas exportações de carne suína em 2019. Nesse primeiro quadrimestre o país exportou 11,6% a mais que em igual período de 2018, contribuindo para diminuir a disponibilidade do produto no mercado interno e impulsionando os preços”.

Conforme o Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), o número de animais abatidos em Mato Grosso do Sul no primeiro trimestre deste ano teve uma pequena queda em relação ao mesmo período do ano passado. Foram abatidos 464,6 animais em 2019, enquanto 465,2 em 2018.

Quando o abate é registrado em peso do animal a queda registrada é de 4,39%. Neste ano, 41,7 mil toneladas de suínos foram abatidos, enquanto no ano passado foram 43,7 mil toneladas.

Nessa sexta-feira, a Asumas – Associações de Suinocultura de Mato Grosso do Sul realizará, durante a Expagro, em Dourados, a 2ª edição do Fórum da Suinocultura. O evento conta com o apoio institucional do Sistema Famasul.