Ministério Público de Maracaju, aponta indícios de preços abusivos nos combustíveis - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 26 de junho de 2019


Ministério Público de Maracaju, aponta indícios de preços abusivos nos combustíveis

Investigação do Ministério Público de Maracaju, apontou indícios de preços abusivos em postos de combustíveis. Indício de preço abusivo leva Procon a notificar 100% dos postos em Maracaju: 'Média chega a R$ 4,40 o litro'

Publicado em: 09/01/2019 às 06h43

Assessoria

Investigação do Ministério Público de Maracajú, a 157 km de Campo Grande, apontou indícios de preços abusivos em postos de combustíveis da cidade, com valores que chegam a R$ 4,70. As informações, levantadas desde o final do ano de 2018, chegaram a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) e os estabelecimentos comerciais começaram a ser notificados, na segunda-feira (7.01).

"Nós recebemos ofício do Ministério Público, comentando sobre a alta do preço e todos os oito postos da cidade começam hoje a ser notificados. Tivemos a redução do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e de Serviços] do óleo diesel e queremos saber se o valor foi aplicado, então estamos pedindo aos donos para apresentarem nota de compra, de venda e da refinaria", afirmou o superintendente Marcelo Salomão.

A ação fiscalizadora é coordenada por integrantes da 1ª Promotoria de Justiça do município, além do Procon-MS. Além de planilhas, onde constem os valores de aquisição e de comercialização dos combustíveis, separadamente em relação ao óleo diesel e a gasolina e etanol. Outro ponto para a vistoria foram as recentes reduções de combustível promovida pela Petrobrás, algo que, segundo os envolvidos, deveria ser repassado de imediato para o consumidor.

 
Cb image default
 

Posto vistoriado pelo MP e Procon-MS após indícios de preços abusivos