MS está entre Estados que manterá crescimento econômico em 2019 - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 19 de janeiro de 2019


MS está entre Estados que manterá crescimento econômico em 2019

MS está entre Estados que manterá crescimento econômico. Dados mostram que o agronegócio ajudou o Estado a ter bom desempenho econômico

Publicado em: 09/01/2019 às 06h29

Assessoria

Um levantamento feito entre os Estados brasileiros mostra que apenas Mato Grosso do Sul e outras cinco unidades federativas apresentarão crescimento econômico, podendo até superar o PIB (Produto Interno Bruto) registrado em 2014 (quando o país entrou em recessão).

A pesquisa foi feita pela Tendência Consultoria Integrada e, segundo os dados, o melhor desempenho econômico teria sido levado em alguns Estados pela iniciativa privada, porém, muitas unidades federativas terão que cortar gastos e reduzir a filha de pagamento para se encaixar na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em Mato Grosso do Sul o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) determinou o corte de 30% dos servidores comissionados, já que o Estado estava quase alcançando o teto de gastos. Segundo o governo, outras despesas também foram revistas.

No Estado, a economia foi impulsionada pelo crescimento pelo bom desempenho do agronegócio. Além de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso também seguiu a mesma direção e ambos devem ser influenciados pela expectativa de safra recorde de soja em 2019.

Os Estados que terão menos dificuldade este ano, além de MS e MT, serão Pará, Roraima, Santa Catarina e Rondônia. A agricultura também reforçará a economia deste último, que contou com o crescimento do número de imigrantes venezuelanos para manter sua economia saudável – apesar de ter ficado sob intervenção federal até 31 de dezembro.

“Mesmo que de forma atabalhoada, há um movimento maior da economia, com mais pessoas buscando ocupação e suporte do governo federal”, explicou o economista da Tendências, Adriano Pitoli, responsável pelo levantamento ‘Cenários Regionais 2019-2023’.

Já em Santa Catarina, o dólar favorável vai ajudar a indústria de carne e metalurgia. Em termos regionais, o Norte terá o maior avanço do PIB em 2019 por causa da recuperação de algumas áreas, como a indústria eletroeletrônica do Amazonas muito sensível ao ciclo econômico. Junto com o Nordeste, a região foi uma das que mais sofreram com a recessão econômica.

Nos demais 20 Estados e no Distrito Federal, os governadores não terão o mesmo alívio. Pelo levantamento, eles terão crescimento abaixo da média nacional e não conseguirão voltar ao nível pré-crise. Alagoas, Maranhão e Sergipe são os que estão mais distantes do patamar de PIB registrado em 2014.