PSL escolhe porta-voz para apaziguar crise no partido - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020


PSL escolhe porta-voz para apaziguar crise no partido

PSL escolhe porta-voz para apaziguar crise no partido entre deputados eleitos dentro do PSL

Publicado em: 08/12/2018 às 08h06

Blog do Vicente

A bancada de São Paulo do PSL decidiu colocar um basta às desavenças entre os deputados Major Olimpio, Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann. Em reunião na noite de quinta-feira (6/12), oito dos 10 deputados eleitos no estado se encontraram para definir quem será o porta-voz na articulação do partido na Câmara dos Deputados. O escolhido foi Júnio Bozzella, que será o líder desse processo de coordenação. Ele terá como vice-líder Alexandre Frota.

Os únicos deputados eleitos da bancada paulista do PSL que não compareceram a reunião foram Joice e Eduardo. “Não tinha clima”, admitiu Bozzella. Em conversa vazada em um grupo de WhatsApp, os dois parlamentares discutiram sobre articulações e liderança. A parlamentar deseja ser líder do PSL na Câmara na próxima legislatura, enquanto o filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro questiona as movimentações da correligionária.

A medida tem por objetivo criar uma unidade e organizar a comunicação do PSL. Há um temor de que, sem uma coordenação uníssona, o processo de diálogo em torno da Presidência da Câmara fique comprometido. O DEM, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), está com a montagem de um bloco bem encaminhada.

O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), coordenador da campanha, garante que essa sustentação será capaz de dar apoio suficiente para a reeleição. E avisa que, se o PSL apoiar outra candidatura e perder, o resultado prático disso é a exclusão da legenda da mesa diretora.