São Paulo vence Cruzeiro e se garante na Copa Libertadores - Caarapó Online

Caarapó - MS, domingo, 16 de dezembro de 2018


São Paulo vence Cruzeiro e se garante na Copa Libertadores

Diego Souza decide! São Paulo vence Cruzeiro e se garante na Libertadores. Depois de três empates seguidos, São Paulo vence por 1 a 0 com um gol de voleio de seu camisa 9 e assegura pelo menos o G6. Foi o centésimo de Diego nos pontos corridos

Publicado em: 18/11/2018 às 21h21

Lance Esportes

Com um bonito gol de Diego Souza, o São Paulo venceu o Cruzeiro por 1 a 0 no Morumbi e se garantiu na Copa Libertadores de 2019.


Fora das últimas duas edições, o Tricolor estará ao menos na fase preliminar. Quinto colocado, o time tem os mesmos 62 pontos do Grêmio, mas uma vitória a menos. Para ir direto à fase de grupos, terá de ficar entre os quatro melhores.


D de Diego, D de decisivo


Pela nona vez neste Brasileirão, Diego Souza foi o responsável por abrir o placar de uma partida. Com meia hora de jogo, Nenê cobrou escanteio na cabeça de Arboleda, que escorou para o camisa 9 matar no peito e estufar a rede com um lindo voleio. Foi o centésimo gol dele na era dos pontos corridos, marca que apenas Fred (140), Paulo Baier (106) e Alecsandro (100) atingiram.


O placar e o autor do gol fizeram justiça ao jogo. Shaylon foi tímido no lugar de Helinho, que ficou no banco por ainda sentir resquícios das câimbras que o afetaram contra o Grêmio, mas Nenê e Everton faziam boa parceria pela esquerda e Diego Souza ia bem no pivô. Antes do gol, ele já havia deixado Nenê na cara de Fábio duas vezes: o goleiro salvou na primeira e o assistente assinalou impedimento corretamente na segunda.


Do outro lado, estava um Cruzeiro sem maiores pretensões, com a vaga na Libertadores já assegurada pelo título da Copa do Brasil, mas com força quase total – as exceções eram Dedé e Arrascaeta, que estão com suas seleções, e o técnico Mano Menezes, que tirou uma licença médica e está sendo substituído por Sidnei. O perigoso quarteto ofensivo formado por Thiago Neves, Robinho, David e Barcos até ameaçou em contragolpes, mas foi bem neutralizado.


Xô, empate!


O fantasma do empate (eram três seguidos, 14 no total) rondou a área do São Paulo junto com o Cruzeiro, mas não conseguiu entrar. Um chute cruzado de Rafael Sobis, uma das cartadas de Sidnei na etapa final – Sassá e Raniel foram as outras –, foi o lance que mais assustou Jean. Já o Tricolor procurou ter a bola e teve até mais chances, as melhores em chutes perigosos de Nenê.


Agenda


O São Paulo visitará o Vasco às 20h de quinta-feira. Na véspera, às 21h45, o Cruzeiro receberá o Vitória.


FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 x 0 CRUZEIRO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 18/11/2018, às 19h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Eder Alexandre (SC)
Público e renda: 14.058 / R$ 133.651,46
Cartões amarelos: Reinaldo, Bruno Alves (SAO); Robinho, Edilson (CRU)



Gols: 
Diego Souza, aos 30'/1ºT (1-0)


SÃO PAULO: Jean, Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo (Edimar - 21'/2ºT); Jucilei, Hudson (Araruna - 34'/2ºT) e Nenê; Shaylon (Brenner - 19'/2ºT), Everton e Diego Souza. Técnico: André Jardine.


CRUZEIRO: Fábio, Edilson, Manoel, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Raniel - 39'/2ºT) e Thiago Neves (Rafael Sobis - 28'/2ºT); Robinho, David e Barcos (Sassá - 20'/2ºT). Técnico: Sidnei Lobo.