Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil e Reinaldo Azambuja em MS - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020


Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil e Reinaldo Azambuja em MS

Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil e Reinaldo Azambuja em Mato Grosso do Sul

Publicado em: 28/10/2018 às 21h46

Redação

O candidato do PSL, Jair Messias Bolsonaro, foi eleito presidente do Brasil neste domingo (28/10). Com 99,88% dos votos computados, Bolsonaro tinha 55,15% dos votos (57.765.131) no segundo turno. O candidato do PT, Fernando Haddad, tinha 44,85% dos votos (46.969.763). O resultado leva em conta 99,886% dos votos apurados, até as 21 horas. Votos brancos somavam 2.485.257 (2,15%)  e nulos, 8.601.926 (7,43%).

Em Mato Grosso do Sul elege Azambuja (PSDB)


Com 100% da urnas apuradas, Reinaldo Azambuja foi reeleito governador de Mato Grosso do Sul para os próximos 4 anos com 55, 35% dos votos. O juiz Odilon de Oliveira teve 47,65% dos votos. 

Reinaldo Azambuja teve 677.310 votos contra 616.422 votos do Juiz Odilon. Ao todo, foram 1.293.732 (89,26%) votos válidos, 38.745 (2,67%) brancos e 116.897 (8,07%) nulos. As abstenções chegaram a 427.646 (22,78%).

Histórico

Reinaldo Azambuja Silva tem 55 anos, nasceu em 13 de maio de 1963 e, Campo Grande (MS). É produtor rural desde 1982 quando assumiu os negócios da família, e casado desde 1983 com Fátima Silva, com quem tem três filhos, Thiago, Rafael e Rodrigo.

Foi prefeito de Maracaju (MS) em 1996 e reelegeu-se em 2000, e neste período atuou como presidente da Associação dos municípios do estado (Assomasul). Em 2006 elegeu-se deputado estadual e em 2010, deputado federal. Em 2012 candidatou-se À Prefeitura de Campo Grande, e teve 25,43% dos votos válidos. Em 2014, foi eleito governador de Mato Grosso do Sul.

 

Em Curitiba(PR), apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) acompanham a apuração dos votos em frente ao prédio da Justiça Federal, no bairro Ahú, onde trabalha o juiz federal Sérgio Moro, responsável por processos da Operação Lava Jato em Curitiba. Desde às 17 horas, os manifestantes se acumulavam na praça em frente ao prédio. Um boneco de ar que satiriza o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi inflado em frente ao prédio.

Uma carreata também circula pela cidade. Passou pela Justiça Federal, pelo Centro de Curitiba e pela região da sede da Polícia Federal (PF), no Bairro Santa Cândida, onde está preso o ex-presidente Lula e onde há uma vigília permanente de apoiadores do petista.

Em Caarapó (MS), houve chamadas para uma pequena carreata, muitos fogos de artifício e também bastante alegria reunindo os apoiadores de Jair Bolsonaro, com um grupo que desde o início apoiou a candidatura do ex-capitão.