'Além de não ter carisma, é copião': Luciano Huck gera 'climão' na Globo por plágio - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quinta-feira, 9 de dezembro de 2021


'Além de não ter carisma, é copião': Luciano Huck gera 'climão' na Globo por plágio

"Além de não ter carisma, é copião": Luciano Huck gera 'climão' na Globo após suposto plágio e web repercute forte

Publicado em: 21/10/2021 às 05h20

Vinicius Carvalho

Luciano Huck gerou climão nos bastidores da Globo nos últimos dias, após anunciar a criação de um quadro em que pessoas anônimas contam histórias inacreditáveis. De acordo com a coluna de Carla Bittencourt, do portal Metrópoles, a produção do programa ‘Que História É Essa, Porchat?’ ficou sem entender a situação, uma vez que o projeto é nos mesmos moldes da atração de Fábio Porchat.

“Você tem uma história inacreditável? Daquelas que quando você conta, todo mundo fica chocado? Chegou a hora de contar ela para o Brasil inteiro no Domingão. Topa? Vale tudo: uma história de amor, uma aventura, um caso engraçado, um ato heroico...”, publicou o apresentador, no Instagram.

O problema é que, no programa exibido pelo canal por assinatura GNT, também da rede Globo, Porchat já explora experiências inesquecíveis de famosos e anônimos. Recentemente, Sabrina Sato revelou momentos íntimos inusitados que teve fora do Brasil.

Repercussão na web

Nas redes sociais, os fãs repercutiram o suposto plágio feito por Luciano Huck e não pouparam críticas ao marido de Angélica. “Além de ter 0 carisma, o cara ainda é copião“, escreveu um usuário do Twitter. “Copiar o formato é fácil, difícil será ter o carisma e o talento do Fábio“, analisou outro. “O nome disso é desespero. E plágio descarado“, acrescentou mais um.

Vale destacar que, sob o comando do Domingão, Luciano Huck tem sido alvo frequente de comentários negativos. Segundo dados do Kantar Ibope, a atração do comunicador na grade dominical caiu em 33,5% até a edição de 10 de outubro.

A cada programa audiência cai

Luciano Huck, das 15 regiões averiguadas pelo Kantar Ibope, o DF mostrou a maior diminuição. Em 6 semanas, o programa perdeu 52,3% do Ibope. Uma diminuição de 7,8 pontos. O dominical prossegue a tendência de diminuição da TV aberta na Capital do Brasil.