Ministro da Saúde do Reino Unido (UK) renuncia após violar distanciamento social - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, quinta-feira, 9 de dezembro de 2021


Ministro da Saúde do Reino Unido (UK) renuncia após violar distanciamento social

Em sua carta de demissão, Hancock pediu desculpas por quebrar as regras sanitárias em meio à pandemia de covid-19

Publicado em: 27/06/2021 às 06h51

Agência Estado

O ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, pediu demissão do cargo no sábado (26.06), após admitir que violou o distanciamento social. Ontem, o jornal britânico Sun publicou fotos em que ele aparecia em seu escritório abraçando uma mulher com quem supostamente teve um caso. De acordo com a reportagem, as imagens tiradas de um circuito fechado de televisão são de seis de maio, 11 dias antes de o governo flexibilizar a quarentena pela covid-19.

Em sua carta de demissão, Hancock pediu desculpas por quebrar as regras sanitárias em meio à pandemia de covid-19. Neste sábado, o Reino Unido registrou o maior número de novos casos de coronavírus desde o dia cinco de fevereiro. Foram 18.270 novos infectados. Na semana passada, quase 100 mil pessoas testaram positivo, um aumento de quase 50% em comparação com a semana anterior.

"Trabalhamos muito como país para combater a pandemia. A última coisa que eu gostaria é que minha vida privada desviasse a atenção do foco obstinado que está nos levando para fora desta crise", escreveu Hancock em sua carta de demissão.

O agora ex-ministro da Saúde britânico já estava pressionado desde que Dominic Cummings, ex-assessor do primeiro-ministro Boris Johnson o acusou, semanas atrás, de estragar a resposta à pandemia.

Matt Hancock "deveria ter sido demitido por pelo menos 15-20 coisas" durante a pandemia de Covid-19, disse Dominic Cummings. O ex-assessor número 10 acusou o secretário de Saúde de "mentir para todo mundo em várias ocasiões" e disse que havia repetidamente pedido sua demissão.

O Sr. Cummings disse aos MPs: “Eu acho que o Secretário de Estado da Saúde deveria ter sido demitido por pelo menos 15-20 coisas, incluindo mentir para todos em várias ocasiões em reunião após reunião na sala do gabinete e publicamente”.

Questionado sobre acusações de homicídio culposo, ele disse: “Não sei porque não sei quais são as leis ... mas acho que não há dúvida de que muitas pessoas seniores foram simplesmente terríveis ... muitas pessoas seniores tiveram desempenhos muito distantes desastrosamente abaixo dos padrões que o país tem o direito de esperar.

“Acho que o secretário de Estado da Saúde é certamente uma dessas pessoas".

"Eu disse repetidamente ao primeiro-ministro que ele deveria ser demitido. O mesmo fez o secretário de gabinete e muitas outras pessoas importantes." Solicitado a fornecer evidências para suas alegações, o Sr. Cummings apresentou uma lista de alegações contra o Secretário de Saúde