Vagas para trabalho na forma de home office cresceu mais de 300% - Caarapó Online

Caarapó - MS, domingo, 18 de abril de 2021


Vagas para trabalho na forma de home office cresceu mais de 300%

Especialista destaca que a pandemia do coronavírus fez com que a demanda aumentasse e que o trabalho remoto deve permanecer em alguns setores

Publicado em: 16/03/2021 às 06h08

Rafaela Moreira

Devido às medidas de restrição para conter o avanço do coronavírus, as ofertas de emprego em modelo home office cresceram 309% no ano passado, conforme o levantamento realizado pela Vagas.com, empresa de soluções tecnológicas de recrutamento e seleção.

“As ofertas de trabalho estão em constantes mudanças e a pandemia veio reafirmar isso, o trabalho remoto foi uma alternativa encontrada para a continuação das atividades com os cuidados necessários. Surgem novas necessidades e foi preciso adaptar o quanto antes", ressaltou a analista Ana Paula de Oliveira ao Correio do Estado.

Conforme pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 20,8 milhões de pessoas podem utilizar o home office, o que corresponde a 22,7% dos postos de trabalho. O volume de vagas ofertadas saltou de 594 posições em 2019 para 2.428 no ano passado.

“No ano passado houve maior mais oportunidades em modelo home office, justamente no período em que a pandemia foi agravada e mais casos foram confirmados, forçando as empresas a se readequarem para que não perdessem a produtividade e esse formato deve se manter. Algumas pesquisas apontam que a transposição para o trabalho remoto foi bem recebida por uma parcela de funcionários que não querem voltar ao trabalho presencial todos os dias da semana”, explicou a especialista.

Os setores que mais contribuíram para esse aumento de posições em regime de trabalho flexível foram:

Tecnologia da Informação (41%)
Finanças (11%)
Consultoria e Gestão Empresarial (10%)
Seguros (8%)
Telecom (7%)
Educação ONLINE (4%)
Outros (19%)

Entre as áreas mais buscadas pelas empresas para atuação de forma remota estão:

Tecnologia da Informação (38%)
Vendas diretas(10%)
Recursos Humanos (4%)
Marketing Digital (4%)
Administrativo (3%)
Financeiro (2%)
Telemarketing (2%)
Atendimento a cliente (2%)
Consultor (2%)
Direito (1%)
Contabilidade (1%)
Inteligência de Mercado (1%)
Outros (20%)

Ana Paula destaca que habilidades como criatividade, originalidade, iniciativa e liderança se tornaram essenciais, sendo o setor de tecnologia o de maior destaque em 2021. Com a pandemia, as inovações e os processos digitais foram acelerados e novos empregos foram criados.

“Os estudos já apontavam que há possibilidade de redução de empregos, mas também a criação de novos, principalmente em habilidades digitais, já que a transformação digital está acontecendo e irá modificar ainda mais as tarefas, trabalhos e habilidades. Em qualquer função de empresa, seja numa pequena ou grande, as habilidades digitais são necessárias”, pontuou.