Prêmios não resgatados no programa Nota Premiada serão para habitação popular - Caarapó Online

Caarapó - MS, segunda-feira, 19 de abril de 2021


Prêmios não resgatados no programa Nota Premiada serão para habitação popular

Prêmios não resgatados no Nota Premiada serão destinados para habitação popular

Publicado em: 26/02/2021 às 09h26

SEFAZ

A Assembleia Legislativa de Campo Grande aprovou na quarta-feira (24.02) a lei complementar que destina os prêmios não resgatados no programa Nota MS Premiada para construção de casas populares. A partir de agora, o dinheiro não retirado pelos sorteados em um prazo de 90 dias será enviado ao Fundo de Habitação de Interesse Social (FEHIS) e investido em políticas habitacionais para população de baixa renda.

Desde que o programa foi instituído em Mato Grosso do Sul, em janeiro de 2020, os valores dos prêmios não retirados pelos ganhadores voltavam para os cofres públicos. Em novembro do ano passado, o projeto para mudar a legislação e devolver esse dinheiro para a população em serviços públicos foi enviado à Assembleia Legislativa.

Em votação na manhã de ontem, a lei foi aprovada por unanimidade e agora depende da sanção do governador Reinaldo Azambuja.

Ao longo do primeiro da Nota MS Premiada, 1.521 pessoas perderam o prazo de 90 dias para receber o prêmio, um valor que soma mais de R$ 906,2 mil.

“É uma destinação que estamos dando para poder manter o caráter social do nosso programa Nota MS Premiada. Além de distribuir o prêmio para aqueles que participam, o dinheiro que não chegar ao ganhador vai ser usado para um benefício social, garantindo dignidade e solidariedade”, defendeu o chefe da Unidade de Educação Fiscal e coordenador do Nota MS Premiada, Amarildo Cruz.

Como participar da Nota MS Premiada?

Para participar do programa Nota MS Premiada basta pedir a inclusão do CPF na nota no momento da compra. Automaticamente esses consumidores concorrerem mensalmente a um prêmio total de R$ 300 mil. Desse valor, R$ 100 mil é dividido entre aqueles que acertam a sena e R$ 200 mil entre os que fazem a quina.

Para saber se foi um dos contemplados basta entrar no site www.notamspremiada.ms.gov.br  e digitar o número do CPF que foi fornecido na HORA DA COMPRA. Se sorteado, o consumidor precisa realizar um cadastro no mesmo portal. Nele deve constar os dados bancários e informações pessoais corretas. Isso deve ser feito dentro de um prazo de 90 dias. Caso não seja, o ganhador perde o direito de receber os valores.

Até o momento, o programa já pagou mais de R$ 2,2 milhões aos sorteados.