Erechinense é o mais novo auditor fiscal da Secretaria da Fazenda do RS - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 6 de março de 2021


Erechinense é o mais novo auditor fiscal da Secretaria da Fazenda do RS

Classificado em primeiro lugar no concurso, terá direito em escolher a cidade para trabalhar.

Publicado em: 21/02/2021 às 06h08

Alto Uruguai online

O erechinense Renan Grando, de 27 anos, 1º colocado no último concurso público para Auditor Fiscal da Secretaria da Fazenda do RS, foi empossado no cargo, em Porto Alegre. Renan, filho de Claudete Brendler Grando e Aldir Grando, passou em outros 6 concursos públicos entre 2017 e 2019, sempre nas primeiras posições.

O engenheiro de produção formado pela UFRGS, fez o concurso em 2019 junto com outros 11.561 inscritos para disputar 37 vagas de auditor fiscal da Fazenda do RS. A concorrência foi de 312 candidatos por vaga. Além de ter passado em primeiro lugar para o cargo de auditor, ele também passou em primeiro lugar em outro concurso da Receita.

Renan Grando também fez concursos para a Polícia Civil, no RS fez para escrivão e em SC para agente de polícia. Mesmo classificado entre os primeiros colocados nos dois estados, preferiu fazer outros ainda mais difíceis, os dois na Secretaria da Fazenda do RS. Nos dois, para auditor e técnico, ficou em primeiro lugar.

Foi publicado nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, o edital de convocação para posse dos candidatos aprovados no concurso público da Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul (Sefaz RS) para o cargo de auditor fiscal.

Para investidura do cargo, o candidato deverá estar na condição “apto”, conforme laudo emitido pelo Departamento de Perícia Médica e Saúde do Trabalho e ter apresentado, na Divisão de Recursos Humanos do Departamento de Administração da Sefaz ES, toda a documentação prevista no edital do concurso.

O último concurso público da Sefaz no RS teve o seu prazo de validade prorrogado, por mais dois anos. Com isso, a seleção fica válida até o início de 2023, tendo em vista que a prorrogação começa a contar a partir de 10 de janeiro de 2021.