Teor de umidade dos grãos define qualidade e preço do produto em safra recorde - Caarapó Online

Caarapó - MS, sábado, 6 de março de 2021


Teor de umidade dos grãos define qualidade e preço do produto em safra recorde

Teor de umidade dos grãos define qualidade e preço do produto em safra recorde

Publicado em: 12/02/2021 às 06h41

MAPA

As projeções seguem apontando para mais uma safra de grãos recorde em 2021, mas o excesso de chuvas começa a preocupar os agricultores em várias regiões agrícolas do país. O teor de umidade do grão é um fator importante dentro da classificação de grãos. Por isso, é importante que o produtor rural saiba o momento certo de fazer a colheita, até porque, para atender mercados, é necessário que produtos como soja e milho estejam dentro dos padrões de umidade.

Para preservar a qualidade do grão, em geral, é desejável que a umidade atinja padrões entre 12% a 14%, conforme normas oficiais aprovadas pelo Mapa, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Grãos com umidade superior a 14% podem estar sujeitos a colheitadeiras mal reguladas durante a colheita, enquanto que umidade inferior a 12% pode resultar em maior sensibilidade à quebra dos grãos. Deve-se destacar que o teor de umidade do grão é um dos principais critérios avaliados pelas tradings, cooperativas, cerealistas e armazéns que compram o produto.

Cada ponto acima de 14% dá espaço para descontos praticados pelos compradores. Esses descontos serão aplicados sobre o peso total do produto entregue, já descontada a porcentagem de impurezas. As empresas compradoras de grãos têm suas normas operacionais e praticam descontos diferenciados entre elas.

CLASSIFICAÇÃO

Além da umidade, a classificação de grãos avalia também as impurezas (detritos próprios como pedaços de caules, vagens), matérias estranhas (sementes de outras espécies, palhas, etc e grãos avariados (imaturos, ardidos, chocho, mofado).A engenheira agrônoma Ivonete Teixeira Rasera, que tem 40 anos de experiência nesta área de classificação de grãos, prevê para nesta colheita maior quantidade de grãos imaturos, esverdeados e também de vagens verdes por conta do replantio ocorrido em algumas regiões.

"Com o atraso no plantio da soja, houve muitos casos de replantio e, se o produtor colher junto com o primeiro plantio, vai dar diferença", diz a agrônoma. Segundo ela, o plantio do milho segunda safra também deve acelerar a colheita da soja. "Para não perder o prazo do plantio do milho safrinha, o produtor pode colher a soja com as vagens ainda verdes, o que vai resultar em lucro menor ", prevê Ivonete. Ela orienta os agricultores a fazerem uma boa regulagem dos maquinários e a medir a umidade dos grãos, da pré-colheita à colheita, como forma de minimizar eventuais perdas.