Ex-governador André Puccinelli está com coronavírus e se recupera em casa - Caarapó Online

Caarapó - MS, terça-feira, 9 de março de 2021


Ex-governador André Puccinelli está com coronavírus e se recupera em casa

Ele conta que está com sintomas leves e suportáveis

Publicado em: 20/12/2020 às 07h40

Mayara Bueno e Carolina Rocha

Ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (MDB) está com coronavírus. A informação foi confirmada pelo próprio ex-governador, neste sábado (19.12).

Em isolamento em sua casa, o ex-chefe do Executivo estadual contou que está com sintomas leves da doença. Ele faz parte do grupo de risco, já que tem mais de 70 anos. “Não faço ideia de onde peguei”, disse, reforçando que está bem e aguarda recuperação. 

André Puccinelli nasceu em Viareggio, na Itália, no dia 02 de julho de 1948, filho de Carlo Puccinelli e de Giuseppa Fiaschi Puccinelli. Foi secretário estadual da Saúde, deputado estadual por dois mandatos, deputado federal, prefeito por dois mandatos da capital Campo Grande e também governador por dois mandados do Estado de Mato Grosso do Sul. É casado com Elizabeth Maria Machado com que teve três filhos: a médica Vanessa Puccinelli e os advogados André Puccinelli Júnior e Denise Puccinelli. Ao longo de sua vida, tornou-se produtor rural no setor agropecuário.

Mudou-se para o Brasil em 1953 e morou com a família inicialmente em Porto Alegre (RS) e posteriormente em Curitiba (PR). Em 1966, ingressou no curso de Medicina da Universidade Federal do Paraná, diplomando-se em 1971. No ano seguinte fez residência médica no Hospital de Clínicas da capital paranaense. Em 1973 transferiu-se para Fátima do Sul (MS), então no antigo estado do Mato Grosso, tornando-se médico do Hospital Nossa Senhora de Fátima, nessa cidade.

Carreira política

Foi secretário estadual da Saúde (entre 1983 e 1985), deputado estadual por dois mandatos (de 1987 a 1991 e de 1991 a 1995) e deputado federal (de 1995 a 1996) até ser eleito prefeito da capital do Estado, em 1996. Foi reeleito em 2000. Nas eleições de 2006 candidatou-se ao governo do estado de Mato Grosso do Sul pela legenda do PMDB. Seu principal adversário nas urnas foi o senador Delcídio do Amaral (PT). Em 2010 concorreu à reeleição tendo disputado contra o ex-governador Zeca do PT. Conquistou a reeleição ainda no primeiro turno, tendo renovado seu mandato de governador do Mato Grosso do Sul até 2015