Black Friday começa às 7h, mas toque de recolher proíbe fila na madrugada - Caarapó Online

Caarapó - MS, segunda-feira, 18 de janeiro de 2021


Black Friday começa às 7h, mas toque de recolher proíbe fila na madrugada

Lojas abrem das 7h as 22h e consumidores devem se prevenir com uso de máscaras, alccol em gel e distanciamento

Publicado em: 27/11/2020 às 05h31

Mirian Machado

É de costume que todos os anos na Black Friday as pessoas passem a madrugada esperando a abertura das lojas para aproveitarem as promoções. Mas desta vez, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) adverte que os tempos são outros e pede aos consumidores  que não formem filas na madrugada, já que entra em vigor 0h de sexta-feira o toque de recolher.

As lojas estão autorizadas a abrirem das 7h às 22h, e obrigadas a distribuir álcool em gel, cobrar o uso de máscaras, cumprir distanciamento em filas e impedir aglomerações.

Mas os representantes do comércio também pedem a colaboração dos clientes. “Queremos apenas chamar a atenção dos consumidores para esta situação do toque de recolher, que deverá ser cumprido e com isso, as filas na madrugada não serão possíveis”, explica o presidente da CDL, Adelaido Vila.

O comércio da Capital de MS tem seguido as normas de biossegurança desde o inicio da pandemia. “Mas, vale lembrar que todos somos corresponsáveis e que nossas atitudes é que vão nos livrar dessa pandemia e trazer a normalidade que desejamos para nossas vidas”. A maioria das lojas nos shoppings abre em horário normal de 10h às 22h. Mas no Shopping  Norte Sul Plaza, as Americanas abrem de 8h às 11h.

No Shopping Bosque dos Ipês, Lojas Americanas, Magazine Luiza e Casas Bahia abrem 1 hora mais cedo nesta sexta e também no sábado, de 9h às 22h Atenção - Alguns pontos básicos são reforçados por órgãos de defesa do consumidor para evitar ciladas na Black Friday: pesquisar antes, para saber se as lojas reajustaram preços antes da promoção, é o principal deles.

Mas neste ano atípico, de pandemia, outro cuidado deve ser como prazos de entrega, que devem demorar bem mais que o normal por falta de esoque na indústria.

Procon-MS e Procon Municipal farão ação conjunta para atender consumidores que se sentirem lesados. A unidade móvel estará na Rua Barão do Rio Branco, entre a Calógeras e a 14 de Julho. Segundo ele, hoje será definido se a unidade começa a atender na quarta ou quinta-feira.

No ano passado o balanço do Procon-MS somou 800 procedimentos realizados durante a black friday, sendo 530 orientações, 263 atendimentos, cinco fiscalizações e somente duas autuações.