Calor e umidade baixa fazem crescer procura por ventiladores e umidificadores - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 21 de outubro de 2020


Calor e umidade baixa fazem crescer procura por ventiladores e umidificadores

A procura vai desde os umidificadores mais baratos até os purificadores de quase mil reais

Publicado em: 30/09/2020 às 08h42

Gabriel Neves

CAMPO GRANDE (MS)

Apesar do início da primavera, o calorão não foi embora e em Campo Grande as temperaturas ainda alcançam facilmente os 35°C, como é o caso acontecido na terça-feira (29.09), quando o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê uma máxima de 37°C, e o pior, sem previsão de chuva.

Com clima desértico, quando a umidade relativa do ar despenca para níveis abaixo dos 25%, é preciso recorrer à tecnologia para tentar amenizar o calor. Ao menos é isso que o proprietário da Loja Brinquedão, Rodrigo Cardoso Lopes, está percebendo nos consumidores campo-grandenses.

Umidificador USB

Segundo ele, o umidificador portátil USB “está saindo bastante” e é uma das opções mais baratas para combater o calor, seja ao lado da cama ou próximo ao computador, lá na loja o produto pode ser comprado por R$ 69,00.

Já as piscinas, geralmente queridas, não estão sendo tão procuradas. Talvez o preço justifique o desinteresse. Mesmo de plástico, uma de 4,6 mil litros chega a custar R$ 439,90. A menor, de 69 litros, fica mais em conta, no valor de R$ 39,90, mas Rodrigo acredita que esses produtos terão uma maior procura no Dia das Crianças, em 12 de outubro.

Daniel Simei, gerente da Refrigel, conta que a demanda por purificadores de água, bebedouros e climatizadores também tiveram um aumento na procura. Lá, a pessoa que deseja comprar um bom purificador de água, deverá abrir um pouco a carteira, pois a média de preço é de R$ 900,00.

“O climatizador tem uma boa procura, porque é mais acessível em relação a energia”, contou o gerente.