Como saber se o ensino à distância está funcionando com seu filho - Caarapó Online

Caarapó - MS, terça-feira, 22 de setembro de 2020


Como saber se o ensino à distância está funcionando com seu filho

Medir habilidades, não pontuações em testes, é a chave.

Publicado em: 12/09/2020 às 08h35

NEW YORK TIMES - Kim Bosch - Trad EDMIR TERRA

A maioria dos pais nunca esperava estar na escola primária de novo e, no entanto, aqui estamos: o alfabeto, as tabuadas de multiplicação, a ordem das cores em um arco-íris ...

Apesar dos melhores esforços dos professores compassivos que estão tentando formar conexões com seus alunos por meio do aplicativo ZOOM, os pais ainda desempenham um grande papel na educação online neste outono. Eles passam o mouse sobre o computador, imprimem a atividade de recorte (e fornecem a tesoura) e encontram a semente de feijão e as toalhas de papel e o copo de plástico com água e observam algo crescer (com sorte). “Não se esqueça de documentar suas descobertas!” Os pais também os ajudarão a fazer isso.

Em um momento em que o tempo é precioso e a energia ainda mais preciosa, pode ser um desafio para os pais entender como o cultivo de um feijão em uma xícara se encaixa no panorama educacional de seus filhos. Essa falta de compreensão, essa falta de controle, deixa os pais ainda mais ansiosos, e você pode estar se perguntando: Como vou saber se meu filho está aprendendo alguma coisa este ano?

A resposta curta: concentre-se nos resultados. “Resultados de Aprendizagem” (que às vezes são chamados de “metas” ou mesmo “padrões”) são um conjunto de habilidades que um aluno deve dominar ao final do ano letivo. Por exemplo, um resultado típico para um aluno da terceira série em artes da linguagem pode ser, “O aluno pode usar palavras de transição para variar a estrutura da frase” ou em matemática, “O aluno pode estimar e medir o perímetro”, ou nas artes e dança, “O aluno pode demonstrar sequências de dança simples.” Os resultados são uma lista clara e mensurável de habilidades.

Em março, eu mesmo fiquei imerso na educação baseada em resultados (OBE) quando fui convidado a co-orientar um "plano de continuidade acadêmica" para minha faculdade politécnica, apenas no caso de Covid-19 exigir "entrega repentina de aulas on-line". Nas semanas que se seguiram, orientei o corpo docente no processo de “afastamento”, incentivando-os a avaliar quais resultados faltavam para cobrir seus cursos. Pedir ao corpo docente para se concentrar no que seus alunos ainda precisavam aprender (habilidades) em vez do que eles ainda precisavam fazer (um exame final), permitiu que eles se concentrassem em meios alternativos de entrega e avaliação com um objetivo claro em mente.

À medida que a crise educacional causada pela Covid-19 continua, todos os níveis de educação devem se concentrar mais no número de habilidades que os alunos precisam aprender, em vez de na quantidade de tempo gasto no aplicativo ZOOM. Isso é especialmente importante na escola primária, onde a educação está intimamente ligada a marcos de desenvolvimento, e para pais com pandemia que estão lutando para encontrar tempo e energia para ajudar seus filhos com a educação online.

Com a falta de liderança federal em relação aos padrões de educação neste país, os pais podem não estar recebendo feedback consistente sobre isso de seus distritos. Então, como eles podem saber se seus filhos estão ou não acompanhando seu desenvolvimento?


Descubra como a escola do seu filho mede o sucesso


Primeiro, acesse a Internet e veja se consegue encontrar uma cópia do plano de aprendizagem da sua escola (aqui está um bom exemplo) ou peça ao seu professor ou diretor uma lista completa de objetivos de aprendizagem para a série do seu filho. É importante notar que os resultados não são sinônimos de grandes projetos, notas ou notas em testes. “Padrões” e “testes padronizados” não são a mesma coisa. Você quer saber quais habilidades seu filho precisa aprender antes do final do ano, não quais testes ele precisa fazer.

Compreender os resultados esperados para a série do seu filho pode ser útil de algumas maneiras. Primeiro, permite que você relaxe um pouco sabendo que sua escola tem um plano focado para o desenvolvimento de seu filho. Ele também fornece uma lista de verificação para medir o sucesso do seu filho. Ao compreender as expectativas de aprendizagem, os pais ganham um senso de organização e controle sobre uma situação que de outra forma seria incontrolável.


Envolva o seu aluno


Depois de entender o que se espera que seu filho aprenda, você poderá envolvê-lo melhor no processo de aprendizagem. O “engajamento” não precisa ser formal, pode ser coloquial e rápido. Vamos usar um resultado típico de ciências da terceira série como exemplo: “O aluno pode investigar e compreender diferentes fontes de energia.” Se você souber de antemão que isso é algo que seu filho precisa aprender, você pode apontar para os gigantescos painéis solares ou turbinas eólicas durante sua próxima viagem de carro. Você pode perguntar ao seu filho: “Você sabe o que é isso? Você sabe o que isso faz? ” Se eles não souberem, peça-lhes para adivinhar e depois converse. Peça-lhes que pesquisem sobre isso no tablet (se por acaso tiverem um que usem em viagem) e veja se podem explicar como funciona.

Dependendo do seu filho, também pode ser uma boa ideia compartilhar a lista de resultados do ano com ele. Algumas crianças podem gostar de estar “dentro” do plano ou, ao se concentrar nas tarefas de uma lista, isso pode tirar a ansiedade de tirar boas notas.


Repense as avaliações


Durante séculos, os educadores usaram avaliações formais (testes, planilhas e notas) como a chave medida do "sucesso" de um aluno. Mas, nestes tempos desafiadores, é importante se concentrar menos na avaliação formal das habilidades do aluno e mais na capacidade de demonstrar uma habilidade de qualquer forma. Isso é especialmente importante porque os alunos estão perdendo as inúmeras trocas diárias de feedback de seus professores. Onde antes um professor podia facilmente sentar-se diante de um aluno para observá-lo praticar uma habilidade, agora são os pais que fornecem muito desse feedback (retorno ao professor das atividades).

Então, como os pais compensam esses períodos informais de avaliação perdidos? Pegue um resultado comum de artes da linguagem da terceira série: “O aluno consegue ler palavras na escrita cursiva.” Se vocês forem dar um passeio juntos, veja se conseguem identificar casas que têm números em letras cursivas. Se seu filho encontrar um e ler, ótimo. Se eles não puderem, pare um minuto para olhar para ele e tente deixá-los descobrir observando os números das casas próximas. Talvez eles fiquem frustrados, mas de qualquer forma, você identificou onde eles estão com esse resultado específico. Você avaliou informalmente a resposta deles e sabe no que trabalhar no futuro.


Concentre-se no objetivo, não no método

É importante que você se concentre em saber se seu filho atinge os resultados, não como eles os alcançam. Todos nós preferimos métodos de resolução de problemas, apresentação de informações e comunicação de pensamentos. Quando recebem um problema de matemática, alguns de nós podem usar papel e lápis, alguns podem resolver o problema de cabeça, enquanto outros usam os dedos para contar e chegar à resposta. Se o resultado for alcançado (seu filho resolve o problema de matemática), realmente importa como eles o demonstraram?

Alguns especialistas sugerem que mesmo a insistência comum em “mostrar seu trabalho” pode estar prejudicando os alunos mais do que ajudando. Sem mencionar que essa abordagem única para todos é exclusiva, um argumento que os defensores da deficiência na educação vêm defendendo há anos. Os pais podem, portanto, encontrar seu tempo mais bem gasto fazendo perguntas criativas e desafiadoras a seus alunos, sem definir um curso rígido para demonstrar realizações.


Solidifique um relacionamento forte com o professor de seu filho


Os pais estão sendo solicitados a desempenhar um papel maior na educação de seus filhos do que nunca e, por causa disso, eles também devem receber as informações que lhes permitam fazê-lo. É por isso que seu relacionamento com o professor de seu filho é tão importante. Ao compreender os resultados de aprendizagem do seu filho, você é capaz de se comunicar com o professor usando a terminologia educacional - o que antes era uma conversa sobre "habilidades matemáticas" (vaga) agora pode ser "Você tem algumas ideias sobre como posso trabalhar em X resultados em casa? ”

Ter essas conversas ajuda não só os alunos e pais, mas também os professores, pois eles podem lhe dar ideias de como você pode apoiar seu filho pessoalmente, onde talvez eles, infelizmente, não possam agora devido a medidas de distanciamento social. Desta forma, você e o professor trabalham juntos para continuar a garantir que seu filho esteja sendo apoiado e desafiado, apesar do ambiente de aprendizado nada ideal.