Queimadas no Pantanal devem continuar por mais três meses, avalia secretário - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 6 de agosto de 2020


Queimadas no Pantanal devem continuar por mais três meses, avalia secretário

Em um mês, mais de 800 focos de incêndio foram registrados na região de Corumbá (MS)

Publicado em: 27/07/2020 às 08h55

Dandara Genelhu

Neste ano, as queimadas em Mato Grosso do Sul na região do Pantanal estão ainda mais intensas. O Governo de MS chegou a declarar estado de emergência devido a grave situação. Porém os incêndios devem continuar nos próximos três meses, segundo o secretário de Meio Ambiente, Jaime Verruck.

De acordo com levantamento realizado pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Corumbá é a cidade com maior número de focos de incêndio no país. Foram mais de 800 registros em menos de um mês.

Ao todo, a região pantaneira já sofreu com cerca de 3.800 foco de incêndio. A área queimada estimada pelo Ibama e o Prevfogo já ultrapassa 300 mil hectares, somente em Corumbá. Em entrevista a CNN Brasil, o secretário comentou sobre a situação.

Segundo Verruck, estamos na “situação mais grave que já tivemos em termos de incêndios florestais no Pantanal. Decretamos estado de emergência e só de ontem para hoje tivemos mais de 119 focos de incêndio no Estado”. Sobre os combates aos incêndios, ele explicou que no Pantanal “é muito difícil por conta do acesso”.

Então, para auxiliar na ação contra as queimadas, o Ministério da Defesa determinou que a Aeronáutica e a Marinha do Brasil vão auxiliar no combate os focos dos incêndios que destroem o Pantanal. Entretanto, o secretário avalia que “vamos passar os próximos três meses com essa situação”. Mais de R$ 600.000,00 estão provisonados para o enfrentamento ao fogo.

Ele explica que “estamos na pior situação em termos de seca, então os focos devem continuar e o grande problema que temos é que a maioria dos focos é de ação humana”. As queimadas autorizadas foram suspensas, porém ele destaca que os ventos levam os focos para outras propriedades, auxiliando na propagação dos incêndios.