Saúde de Dourados pede a colaboração da população: ‘fique em casa isto vai passar’ - Caarapó Online

Caarapó - MS, segunda-feira, 13 de julho de 2020


Saúde de Dourados pede a colaboração da população: ‘fique em casa isto vai passar’

Prevendo colapso na saúde de Dourados, força-tarefa pede a colaboração da população: ‘fique em casa’

Publicado em: 27/06/2020 às 08h56

Secretaria de Saúde

Nota conjunta assinada por membros do MPE (Ministério Público Estadual), MPF (Ministério Público Federal) e MPT (Ministério Público do Trabalho) na sexta-feira (26/6), tenta conscientizar a população douradense a auxiliar no combate à pandemia do novo coronavírus, que já faz do município o maior em casos confirmados e mortes no Mato Grosso do Sul.

A cidade, considerada epicentro da doença no Estado, vem apresentando números alarmantes e, também, taxa de isolamento baixa ao longo da semana, com índices menores de 40%.

No documento, os órgãos apontam que a rede pública de saúde está próxima de entrar em colapso, “estamos com a taxa destes leitos próxima ao limite máximo de ocupação (taxa de ocupação em 78% segundo dados coletados nesta data [sexta])”, além de citar a crescente de profissionais de saúde na linha de frente infectados, causando dificuldade em se repor o quadro.

“Por tudo isso, alertamos e conclamamos que a população de Dourados (MS) intensifique as medidas de prevenção. Permaneçam em casa o maior tempo possível e, quando houver necessidade de sair de casa, não saiam com a família toda e usem sempre máscara”, diz outro trecho da nota.

Até o momento, a maior cidade do interior sul-mato-grossense possuí 2.235 casos confirmados de coronavírus e 20 óbitos, segundo os dados do boletim epidemiológico mais recente divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Apenas na sexta-feira, três moradores em Dourados perderam a vida nos hospitais em decorrência da doença. Como forma de frear a circulação de pessoas e propagação do vírus, a administração municipal manteve o toque de recolher entre 20h e 5h e reduziu o horário de atendimento no comércio local.