Comércio comemora obrigação de máscara, porque exigir do cliente é difícil - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 21 de outubro de 2020


Comércio comemora obrigação de máscara, porque exigir do cliente é difícil

A partir desta sexta-feira (19), o uso dos Equipamentos de Proteção Individual deixará de ser opcional e passará a ser obrigatório

Publicado em: 18/06/2020 às 08h02

Campo Grande

A determinação sobre o uso obrigatório das máscaras, a partir desta sexta-feira (19.06), em Campo Grande é comemorada entre os lojistas. Eles usam o Equipamento de Proteção Individual desde a reabertura do comércio no dia 6 de abril, mas continuam expostos porque precisam atender os clientes que se recusam a usar o EPI.

Na tentativa de convencer os clientes algumas lojas usam até caixa de som, mas a informação parece passar despercebida. Após a publicação do decreto com exigência do uso das máscaras isto não deve mais ocorrer.

A gerente Nathália Oliva, de 26 anos, trabalha em loja de maquiagem na Avenida Afonso Pena. e faz parte do grupo que comemora a decisão da Prefeitura. “Muito raro ver alguém usando. As pessoas tinham que se conscientizar de que podem passar pra gente”, diz.

Segundo Nathália, eles não comentavam com os clientes sobre o uso das máscaras porque até então se tratava de uma opção. O sentimento agora é de alívio. “ É mais proteção pra gente. Duas pessoas usando máscara é menos perigoso”.

Sentimento semelhante é do gestor comercial Mayson Ponce Emiliano, de 34 anos, que trabalha em uma loja de departamentos. Ele diz que “muita gente está usando, mas não 100%” e se diz preocupado com a possibilidade de nova suspensão dos atendimentos em meio ao período de pandemia do coronavírus.

"As pessoas usando será benéfico. Melhor todo mundo usar e não precisar fechar depois. Se houver fechamento, as demissões serão inevitáveis. Da primeira vez conseguimos segurar, se acontecer de novo, já não sei”, disse.

A vendedora Maria Andreia, de 46 anos, confessa já ter falado discretamente com alguns clientes sobre medidas de prevenção contra a covid-19 que inclui o uso da máscara, mas entendia se tratar de uma escolha de cada um. “Agora é bom que será obrigado a usar. Antes era só nos ônibus, mas se protege em um lugar, tem que proteger em todos”, diz.

Para Maria, a publicação de um decreto deste tipo é excelente porque exige que todos se cuidem. “Até porque a gente não sabe quem está ou não com o vírus”.

Obrigação - Na terça-feira (16.06), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) anunciou que o uso das máscaras passará a ser obrigatório em Campo Grande a partir do dia 20 deste mês. A decisão obedece recomendação feita pelo Ministério Público Estadual.