Pesquisadores israelenses criam máscara facial autolimpante - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 24 de setembro de 2020


Pesquisadores israelenses criam máscara facial autolimpante

Segundo os inventores desta máscara, o equipamento pode custar apenas US$ 1 se for feita segundo as normas

Publicado em: 14/06/2020 às 07h07

Telegraph - Londres

Uma máscara autolimpante e reutilizável elaborada pela Faculdade de Ciências e Engenharia de Materiais da Technion, em Israel, promete combater patógenos (causadores de doenças), como o novo coronavírus, através de uma camada interna de fibra de carbono e de uma entrada para um carregador.


A máscara pode ser conectada na tomada ou porta USB, o que a deixa aquecida pelas correntes elétricas e, assim, os microrganismos acumulados em sua superfícies são mortos, devido ao aquecimento.


O grupo de engenheiros que criou a máscara já fez um pedido de patente nos Estados Unidos, de acordo com o jornal “The Telegraph”, e esperam vendê-la por US$ 1.


Além de combater o novo coronavírus, a máscara pode ajudar também ajudar no combate ao descarte incorreto de máscaras descartáveis, já que elas têm poluído todo o planeta, mesmo pelo fato de serem descartáveis.


A máscara autolimpante também tornaria a rotina de plantões médicos mais eficiente e reduziria consideravelmente os gastos com EPIs descartáveis ou higienizáveis, sobretudo neste período de pandemia, onde o consumo de máscaras por pessoas excedeu em muito a produção.