Autorizado novo curso de Direito em Coxim oferecido pela UFMS - Caarapó Online

Caarapó - MS, quinta-feira, 2 de julho de 2020


Autorizado novo curso de Direito em Coxim oferecido pela UFMS

O Campus de Coxim caracteriza-se como jovem no cenário estadual. Sua implantação só foi possível em função de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e a Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, celebrada por meio do convênio no 072/2001, assinado pelo então Prefeito Municipal, Oswaldo Mochi Júnior.

Publicado em: 07/06/2020 às 07h33

Assessoria

Concebido para ser uma graduação de excelência, o novo curso de Direito do Campus de Coxim (CPCX) foi autorizado na data de hoje pelo Ministério da Educação para oferecer vagas já a partir dos próximos processos seletivos da UFMS.

“Certamente, a criação do curso de Direito no Campus de Coxim é uma grande oportunidade para a UFMS ampliar sua contribuição na formação cidadã, na disseminação de conhecimentos relativos ao direito e na promoção do respeito às leis e do desenvolvimento social. Estamos muito felizes com essa aprovação”, afirma o pró-reitor de Graduação, Ruy Alberto Caetano Correa Filho.

Serão abertas 50 vagas para o turno noturno do curso de Direito, que se une aos já existentes cursos de Enfermagem, História, Letras e Sistemas de Informação, há muito ofertados no Campus.

“Os Projetos Pedagógicos dos cursos de Direito da Cidade Universitária, do Campus de Três Lagoas e do Campus do Pantanal, todos com excelentes avaliações pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), serviram como referência para a construção do Projeto Pedagógico do curso de Direito em Coxim”, explica o pró-reitor.

A instalação do curso de Direito em Coxim beneficiará mais de 15 cidades do Estado do Mato Grosso do Sul, entre eles os municípios de Sonora, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, Alcinópolis, São Gabriel do Oeste, Figueirão, Camapuã, Bandeirantes e Costa Rica.

“O curso de Direito do Campus Coxim simboliza um marco no desenvolvimento da região Norte do MS, comprovando o papel de liderança da UFMS nesse processo. É uma vitória para todos aqueles que acreditam que a educação é um instrumento de fortalecimento da democracia e do país, contribuindo para diminuir as diferenças regionais e fomentando a inclusão”, professora Eliene Dias de Oliveira, diretora do CPCX.

Segundo Eliene, o curso é resultado de uma demanda social, a partir de organização de audiência pública, debates entre a comunidade, as classes jurídica e política de Coxim.

“Nosso campus encaminhou essa demanda e hoje tivemos essa feliz notícia da autorização para início. Nesse processo de aprovação, foi fundamental a parceria com a OAB – Seccional Coxim, o apoio da Câmara Municipal de Vereadores de Coxim, da Prefeitura Municipal, do então deputado estadual Junior Mochi, bem como todo o Poder Judiciário local e em especial da atual gestão superior e de toda a equipe da UFMS”, expõe Eliene.

A previsão é de que o curso inicie com 11 docentes e 13 técnicos, já tendo sido destinada infraestrutura física para acomodação do curso que terá sala de professores, gabinete para o coordenador, sala coletiva de professores; quatro salas aulas para 50 estudantes cada, laboratório de Informática dotado de 30 máquinas com acesso à internet; equipamentos de informática na biblioteca e acesso ao portal Minha Biblioteca para todos os estudantes e espaço para o Núcleo de práticas jurídicas.