Guia Lopes da Laguna (MS) bate recorde de casos de Covid-19 e chega a 98 infectados - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 27 de maio de 2020


Guia Lopes da Laguna (MS) bate recorde de casos de Covid-19 e chega a 98 infectados

Em apenas 24 horas, o município de Guia Lopes da Laguna (MS) registrou mais 34 testes positivos para o coronavírus

Publicado em: 18/05/2020 às 11h05

Thiago Gomes

A cidade de Guia Lopes da Laguna (MS), a 240 quilômetros de Campo Grande, registrou um recorde de novos casos de coronavírus, desde sábado. São mais 34 testes com resultados positivos para a Covid-19, elevando a marca de casos da localidade para 98. Um número de extrema preocupação, segundo destacou neste  domingo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Na semana passada divulgou-se que diante da aceleração dos números de casos, especialmente no interior, a Secretaria de Saúde acreditava em chegada do pico da pandemia no Mato Grosso do Sul.

Além das últimas confirmações de ontem, Guia Lopes ainda aguarda oito testes realizados em pacientes suspeitos de terem contraído a doença, o que pode agravar ainda mais a situação. Com os novos positivos, e com uma população de pouco mais de 9,8 mil habitantes, o município também atinge a taxa de incidência do vírus de 990,4 por 100 mil habitantes - uma das mais altas do País. Campo Grande, por exemplo, registra 174 casos e tem uma taxa de incidência 19,4 por 100 mil habitantes - é a 16ª do Estado.  

“Estamos muito preocupados, principalmente com a região sudoeste. Guia Lopes, Jardim e Bonito é uma região que nos preocupa e que vamos ter atenção especial. Guia Lopes é uma das cinco cidades com maior incidência no País”, declarou o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, neste domingo, ao divulgar o boletim epidemiológico do dia.

LOCKDOWN

Por causa da propação da doença, Guia Lopes está em lockdown, restringindo a circulação de pessoas, desde o último dia 8. As informações  sobre a contaminação na cidade são de que ela teria se dado a partir de um motorista que esteve no frigorífico local e infectado um funcionário. A doença espalhou-se entre outros funcionários e daí para os familiares.

Em decorrência da restrição de movimentação, por força de decreto municipal, todos os trechos de rodovias que dão acesso a Guia Lopes estão fechados, exceto para a circulação de ambulâncias, viaturas, transporte de profissionais da saúde ou que estejam a serviço das atividades essenciais. Da mesma forma, táxi, transporte intermunicipal e mototáxi não têm autorização de funcionamento. Até mesmo a rodoviária da localidade está fechada.

Para controlar a movimentação, o decreto estabeleceu que pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril podem comprar mantimentos e remédios às terças e sextas-feiras. Já quem faz aniversário em maio, junho, julho e agosto pode sair às quartas-feiras e sábados. Às segundas e quintas-feiras é a vez de quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Junto a isso foram proibidas aglomerações, especialmente shows, torneios, apresentações artísticas. As obras públicas e privadas serão suspensas, a menos que sejam para construção de hospitais, postos ou unidades de saúde.  Continuam permitidos a produção e distribuição de alimentos, produtos de limpeza e higiene; serviço de entregas de farmácias e supermercados; serviços relativos ao abastecimento de água e tratamento de esgoto; serviços relativos à rede de energia elétrica, gás e combustíveis; bancos, lotéricas e agências dos Correios; serviços funerários; telecomunicações; fiscalização ambiental; borracharias e oficinas mecânicas; atividades internas das escolas para preparar conteúdos para ensino remoto; entre outras.  Atividades em escritórios de advocacia e contabilidade estão permitidos, mas desde que sejam realizados com hora marcada.

MPE ALERTA

Na última semana, o Ministério Público Estadual (MPE-MS), por meio do promotor de Justiça Allan Cobacho Prado, emitiu nota pública para alertar à população de Guia Lopes que o sistema de saúde local - e regional - não está preparado para enfrentar a pandemia. Alertou a população para que intensifique as medidas de prevenção. O MPE advertiu que as polícias Civil e Militar irão intensificar o cumprimento do decreto municipal  de lockdown. Também destacou que  

quem descumprir a ordem estará praticando o crime do artigo 268 do Código Penal, com pena detenção de 1 mês a 1 ano. Confirmados e suspeitos de Covid-19 que não cumprirem as recomendações de isolamento poderão incorrer no crime previsto no artigo 267 do Código Penal, cuja pena é reclusão de 10 a 15 anos, e a prisão já pode ocorrer em flagrante delito.

Proximidade do município aumenta preocupação em Jardim

A proximidade com Guia Lopes da Laguna está aumentando a preocupação das autoridades de saúde de Jardim quanto a proliferação do novo coronavírus na região. A disseminação da Covid-19 na localidade vizinha representa um perigo também para o município. Desde o surgimento da doença em Guia Lopes, Jardim já contabiliza 20 casos, tendo mais quatro aguardando resultados.  

Neste domingo, após tomar conhecimento dos números do último boletim epidemiológico divulgado pela SES, prefeito de Jardim, Guilherme Monteiro (PSDB), manifestou a sua preocupação e afirmou as medidas restritivas na cidade permanecem, por conta da crescente no número de casos registrados do novo coronavírus. No município, já são 20 casos e quatro casos em investigação.  

“Estamos muito preocupados, mas aqui o comércio continuará aberto, mas com as medidas restritivas. O toque de recolher começa às 21h e só três pessoas podem adentrar o empreendimento para cada caixa e o uso de máscara é obrigatório”, lembrou.

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Um outro ponto que preocupa o prefeito Monteiro é que na segunda-feira (18.05) começará a ser pago a segunda parcela do auxílio emergencial concedido pelo governo federal. O socorro está sendo pago por intermédio da Caixa Econômica Federal (CEF), e o banco da cidade atende outros quatro municípios, entre eles Guia Lopes da Laguna.

“Fizemos uma operação de guerra para deixar tudo bem segundo. Montamos uma tenda do lado de fora do banco, com cadeiras já com o distanciamento correto, para evitar que as pessoas fiquem aglomeradas e só poderá entrar quem estiver usando máscaras. Dois agentes de saúde e a Polícia Militar vão atuar auxiliando nas recomendações”, detalhou o prefeito.