Mesmo com pandemia, conservação de rodovias em MS continua a existir - Caarapó Online

Caarapó - MS, quarta-feira, 28 de outubro de 2020


Mesmo com pandemia, conservação de rodovias em MS continua a existir

O trabalho de conservação de estradas estaduais é feito conforme à necessidade

Publicado em: 25/04/2020 às 07h58

A Crítica

Os serviços de manutenção nas rodovias de Mato Grosso do Sul não foram interrompidos, apesar da pandemia do coronavírus. Adotando todas as medidas de prevenção contra o Covid-19, as empresas terceirizadas e também as equipes da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) continuam com os trabalhos nas estradas para garantir a circulação dos motoristas e o escoamento dos produtos.


O trabalho de conservação é feito conforme à necessidade. Nas últimas semanas diversas rodovias pavimentadas receberam os serviços de tapa-buraco, roçada e pintura. Já as estradas não pavimentadas receberam  encascalhamento, raspagem e drenagem.


Rodovias Estaduais


Entre os diversos trechos beneficiados nesses últimos dias está o da MS-497, em Paranaíba, no entroncamento da MS-156 com Porto Alencastro, onde foi feito o serviço de tapa-buraco, melhorando o tráfego na região. O mesmo foi feito na MS-240, próximo à Inocência, no entroncamento da BR-156 com a MS-112.

 

Na BR-436, um dos importantes acessos ao Estado e também rota de escoamento da produção, que dá acesso ao município de Aparecida do Taboado, a Agesul realizou, além do tapa-buraco, os serviços de roçada. A rodovia federal está em fase final de devolução ao Dnit, já que foi concedida ao Estado em anos anteriores 


O local também foi palco de outra importante obra: a recuperação do pavimento da ponte Rodoferroviária que liga os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Lá, foi aplicado um micro revestimento nas quatro pistas de rolamento. Com esse trabalho, que incluiu sinalização horizontal e vertical, além da limpeza, a Agesul garantiu segurança aos usuários da maior ponte fluvial do país, com 3,8 mil metros de extensão.


“Essa intervenção, com micro revestimento, vai acabar definitivamente com um problema de ondulações e remendo na pista, o que trazia desconforto e insegurança aos motoristas nessa travessia”, explicou o diretor de Manutenção Viária da Agesul, Mauro Rondon.


Na MS-166, entre cabeceira do Apa até o entroncamento da MS-382 (Posto Polaco), foi realizado recentemente o encascalhamento da via. Outro local que recebeu manutenção nos últimos dias foi a MS- 338,  no entroncamento da BR-060 até a BR-262, em Ribas do Rio Pardo. Nessa estrada estão sendo recuperados os trechos danificados pelas últimas chuvas e pelo intenso tráfego  de escoamento da safra da região, conforme explicou Mauro. Já nas MS-267, MS-195 e  MS-380 foi feita a raspagem das pistas, eliminando as ondulações da via .